Paulo Bento: "Classificação não é justa para aquilo que produzimos"

Cruzeiro voltou a perder e desceu para o penúltimo lugar do campeonato brasileiro

O Cruzeiro, de Paulo Bento, somou mais uma derrota, desta vez em casa, frente ao Sport Recife, por 2-1, descendo assim para o penúltimo lugar da Série A do Brasileirão.

"É óbvio que a situação na tabela classificativa não é boa. É incómoda e creio que não é justa por aquilo que produzimos até aqui. Parece que temos um défice de pontos em relação ao que produzimos", referiu.

"Não consigo explicar de outra maneira a não ser que temos de continuar a trabalhar. Fizemos o que pudemos em termos de finalização. Diz-se que o mais difícil no futebol é criar, mas para nós não tem sido tão difícil criar, tivemos muitas oportunidades em muitos jogos. Não conseguimos é concretizar. Uma equipa minimamente eficaz teria muito mais pontos do que nós temos", explicou o treinador português, destacando a falha na finalização.

"Temos de ser mais agressivos e melhorar na finalização, é esse o caminho. A nossa convicção é que a continuação do trabalho, a recuperação de jogadores, mais tempo de treino com os jogadores que chegaram, ajudará a sair da situação em que o Cruzeiro se encontra", concluiu.

O Cruzeiro mantém os 15 pontos, continuando a série de cinco jogos sem vencer (quatro derrotas e um empate). Na próxima jornada, Paulo Bento tem pela frente o quarto classificado, o Santos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG