Surfistas manifestam-se contra obras na praia

Surfistas e moradores da Ericeira, única Reserva Mundial de Surf do país, vão manifestar-se no sábado contra a "elevada densidade" de construção previstas no projeto de requalificação da praia Ribeira d'Ilhas, no concelho de Mafra.

"Estamos contra a densidade da construção que está prevista. São necessários melhoramentos na praia, mas o edifício que está previsto ser construído no local do atual 'surf camp' vai descaracterizar a praia", afirmou à agência Lusa Luís Inácio, um dos promotores do protesto.

O surfista e residente na Ericeira descreveu que vai ser construído um "edifício de betão de um piso, mas de grande comprimento para cafés de apoio à praia e outros espaços comerciais".

"Queremos continuar a ter uma praia natural, sem grandes obras", sublinhou, adiantando que surfistas e população temem que esta obra seja o primeiro passo para se avançar com "construção desenfreada", quando se fala da eventual construção de um hotel com campo de golfe em cima da arriba norte da praia.

A manifestação, prevista para as 15:00, coincide com a realização no fim-de-semana do campeonato nacional de surf na praia.

Com o mesmo objetivo, está a circular na Internet uma petição (http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=Ribeira), que já foi subscrita por 460 cidadãos.

Os subscritores estão contra "as obras iniciadas há cerca de um mês, tendo em conta que vão penalizar o património natural existente e a economia do mar, ao acabar com a identidade daquela praia".

O atual proprietário do 'surf camp' (espécie de parque de campismo para surfistas), cujo projeto de requalificação do negócio não foi aceite pela Câmara de Mafra, avançou em abril do ano passado com uma providência cautelar para impedir a expropriação "forçada" do espaço pela autarquia, estando o caso em tribunal.

A Câmara de Mafra, que tem vindo a não se pronunciar sobre o assunto, aprovou interesse público aos terrenos no intuito de avançar com as obras de requalificação, previstas no Plano de Ordenamento da Orla Costeira.

"Agora querem lá fazer um autêntico mamarracho, que está completamente desenquadrado e que nada tem a ver com o meu projeto, e é isso que os surfistas contestam", disse em abril Tiago Oliveira, o proprietário do 'surf camp'.

As obras de requalificação previstas para a praia de Ribeira d'Ilhas, uma das mais procuradas por surfistas de todo o mundo, estão orçadas em 2,3 milhões de euros.

A intervenção vai incidir no reordenamento dos acessos à praia e do estacionamento, criação de percursos pedonais, aumento da praia, colocação de novo mobiliário urbano e nova iluminação pública.

Vai também ser criado um polo de apoio às atividades desportivas relacionadas com desportos de ondas, semelhante a um centro de alto rendimento, com a construção de estruturas de apoio a eventos nesta área.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG