Nélson Évora na final com protestos

Campeão olímpico apurou-se, mas critica obrigação de ter de preparar o salto com apenas 14 passos

Nélson Évora está na final do triplo salto das Universíadas que se estão a realizar em Belgrado (Sérvia) com a distância de 16,57 metros. Porém surgem dúvidas quanto à sua continuidade em prova.

O atleta do Benfica costuma fazer 20 passos de corrida até à tábua de chamada mas ontem teve de fazer apenas 14. O campeão olímpico e do mundo ameaça abandonar a prova caso a organização não reponha a normalidade.

“É mau para a organização porque todos os atletas se prepararam para esta prova e estão em boa forma. Esperemos que na final corrijam as condições porque se não o fizerem ou vou entrar e sair logo depois da pista”, referiu. Ao que tudo indica, “a pista vai ser redimensionada” revelou no final Duarte Lopes, chefe da missão portuguesa na Sérvia.

O atleta português foi sétimo entre as duas séries com 16 atletas cada, quarto do grupo B. O cubano Dairon Fuentes foi o melhor com um salto de 16,85 metros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG