Merkel chocada com acidente de Michael Schumacher

A chanceler alemã Angela Merkel manifestou-se hoje chocada com o acidente de esqui sofrido por Michael Schumacher e endereçou o total apoio à família do ex-piloto, sete vezes campeão do mundo de Fórmula 1.

"Angela Merkel e os membros do seu governo, como tantos outros milhões de alemães, estão profundamente comovidos com o acidente de Michael Schumacher", afirmou o porta-voz Stefefen Seibert.

Schumacher continua em "estado muito grave" e com "prognóstico indefinido", de acordo com a informação divulgada pelo Hospital de Grenoble, onde o ex-piloto alemão está internado depois do acidente de esqui sofrido na estância de Méribel, nos Alpes franceses.

"Esperamos que Michael Schumacher possa superar os seus ferimentos", acrescentou o porta-voz do governo alemão, que endereçou ainda umas palavras de conforto e apoio à família do ex-piloto.

O antigo piloto, sete vezes campeão mundial de Fórmula 1, sofreu na manhã de domingo um acidente de esqui, quando chocou com a cabeça contra uma rocha, numa altura em que esquiava fora da pista da estância de Méribel.

Schumacher foi inicialmente hospitalizado em Moutiers, mas foi transferido para Grenoble, de forma a realizar mais exames, ao concluir-se que o seu estado poderia ser mais grave do que inicialmente parecia.

O neurocirurgião Gerard Saillant, amigo pessoal de Schumacher, viajou de Paris para Grenoble para acompanhar diretamente o processo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG