Jogos Europeus: Alemão Ovtcharov ganha ténis de mesa, Rússia sempre a somar

Portugal não somou medalhas no sétimo dia dos Jogos Europeus, que foi sobretudo dedicado a provas de ginástica e à decisão do título de ténis de mesa.

O alemão Dmitri Ovtcharov é o primeiro campeão masculino de ténis de mesa em Jogos Europeus, após bater hoje, em Baku, o bielorusso Vladimir Samsonov, em final com 'sabor amargo' para Portugal.

Com efeito, as esperanças lusas eram grandes, sobretudo em Marcos Freitas, depois do triunfo por equipas, mas o mesatenistas madeirense, claramente favorito às medalhas, teve eliminação precoce e nem às meias-finais foi.

Ovtcharov, que era o primeiro cabeça de série, justificou o seu estatuto com equilibrados 4-3, enquanto que na variante feminina a final foi totalmente holandesa, com Jiao Li a ganhar a Jie Li.

Com 11 medalhas de ouro em disputa no dia, realça para a ginástica, com três finais, uma de rítmica e duas de acrobática.

A Rússia mostrou que é a grande potência continental de rítmica, ganhando Yana Kudryvtseva à frente de Margarita Mamun.

Na acrobática, há a registar os títulos da Bélgica, no concurso completo feminino, à frente da Rússia, e do par russo Marina Chernova e Georgy Pataraya.

A tendência vitoriosa dos russos estendeu-se aos saltos para a água, com ouro para Maria Polykova (trampolim de 1 metro) e Ilia Molchanov e Nikita Nikolaev (trampolim de 3 metros, salto sincronizado).

Finais também no tiro, na carabina a 50 metros, três posições (ouro para a italiana Petra Zublasing) e no duplo 'trap' (ouro para o russo Vitaly Fokeev).

Por último, regista-se a despedida do tarkwondo destes Jogos Europeus, com os triunfos finais para a francesa Glwadys Epangue, nos 67 kg, e para o azeri Radik Isaev, nos 80 kg.

A tendência de grande ascendente do desporto russo continua inalterada, chegando a delegação no quadro de medalhas às 49 (27/12/10).

O Azerbaijão, país anfitrião que apostou tudo nesta competição, segue-se a distância considerável, com 30 (13/5/12).

Sem medalhas na ronda de hoje, Portugal desceu um pouco no quadro de medalhas, para 15.º, com as mesmas sete (2/4/1).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG