Alberto Paulo na final dos 3000 m obstáculos

Alberto Paulo foi o único português em destaque na manhã desta sexta-feira ao obter facilmente o apuramento directo para a final dos 3000 metros obstáculos. O atleta português terminou na quarta posição da segunda série da prova com o tempo de 8.30.26 minutos. A série foi ganha  Mahieddine Mekhissi-Benabbad com 8.27.32.

Mário Texeira  foi 11.º classificado com 8.42.53 ficando fora dos 12  finalistas que competem amanhã às 19.15. Na primeira série, Pedro Ribeiro terminou em 10.º lugar com 8.45.18, também fora dos lugares de apuramento: quatro primeiros mais quatro melhores tempos.
“Senti-me um pouco mal no início por isso vinha na cauda do pelotão mas consegui descontrair e reagir na parte final que me permitiu chegar ao quarto lugar e classificação directa”, disse no final o atleta do Marítimo.
 
Em simultâneo, decorreu o apuramento do lançamento do peso com Marco Fortes a ficar fora da final por três centímetros após realizar a marca de 19.48 metros na série B. O português viu o apuramento fugir-lhe quando no derradeiro ensaio o espanhol Bojas Viva conseguiu colocar o engenho na marca dos 19,51 e integrar os 12 finalistas.
“Não estive bem. Estão na final os atletas eu merecem. Desta vez fui eu o afastado no último ensaio. Não fiz o que me competia”, assumiu o lançador do Benfica.

Pelas eliminatórias ficou também Sónia Tavares nos 200 metros. A portuguesa terminou em quinto lugar da segunda séria com a marca de 24.14, bem longe dos seus 23,43.

A abrir a jornada, nos 50 km marcha, Augusto Cardoso terminou no 14.º lugar com 4.03.40 horas, enquanto António Pereira desistiu. A prova foi dominada pelo francês Yohann Diniz com 3.40.37. Os restantes lugares do pódio foram ocupados pelo polaco Grzegorz (3.42.24) e o russo Grzegorz Sudol (3.43.26).

A  meia-final dos 5000 metros não se realizou, levando Jessica Augusto e Sara Moreira a passarem directamente à final que se realiza amanhã (19.40).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG