A última excentricidade de "Rocket" O'Sullivan num jogo de snooker

Figura maior da modalidade, inglês de 39 anos luta por um sexto título mundial. Na primeira ronda do Campeonato do Mundo, até tirou os sapatos.

"Alguém tem um par de sapatos 42?", perguntou Ronnie O'Sullivan à plateia do Crucible Theater, em Sheffield, que desde 1977 recebe o campeonato do mundo de snooker. Anjo e demónio da modalidade, o inglês de 39 anos começou a lutar nesta semana por um sexto título mundial e fez-se notar desde logo, na primeira ronda, com uma pequena "excentricidade", tendo jogado descalço durante alguns momentos da partida contra Craig Steadman, que acabou por vencer por 10-3.

O fait divers teve pouca ou nenhuma importância no desfecho da partida, mas contribui para reforçar a aura de génio do improviso que rodeia a figura de O"Sullivan, o foguete ("Rocket", a sua mais famosa alcunha) das mesas de snooker que alcançou um estatuto maior do que o próprio jogo. Contra Steadman, numa altura em que já estava a chegar a uma liderança por 4-2, Ronnie sentiu-se desconfortável com os sapatos que estava a usar e não demorou a arranjar solução: descalçou-se e jogou em meias durante algumas tacadas, até ser advertido de que estava a quebrar o dress code do Crucible. Então, pediu um par emprestado à plateia, tendo prosseguido o duelo com uns sapatos cedidos pelo próprio diretor do torneio.

Ronnie explicaria no final: "Perdi o meu velho par de sapatos, que já tinha há uns dez anos, num hotel e tive de comprar uns novos. Basicamente, foram uma má compra. Estavam a magoar-me os pés e não podia continuar assim."

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG