Onze jogadores de onze nacionalidades... e até um português

Pela primeira vez no principal campeonato espanhol de futebol um treinador escolheu onze jogadores de nacionalidades diferentes. O Granada de Ruben Vezo está à beira da descida mas fez história

O que fica é o resultado e o Granada foi goleado, em casa, pelo Celta de Vigo por 3-0 na estreia do seu novo treinador, o inglês Tony Adams, outrora uma grande figura do futebol inglês e do Arsenal.

Mas o antigo central entrou logo para a história do campeonato espanhol na sua estreia, pois escalou um onze inicial com futebolistas de onze nacionalidades diferentes e sem qualquer futebolista... espanhol.

A saber: Ochoa (México), Rúben Vezo (Portugal), Saunier (França), Ingason (Islândia), Gaston Silva (Uruguai), Krhin (Eslovénia), Agbo (Nigéria), Wakaso (Gana), Kravets (Ucrânia), Ponce (Argentina) e Andreas Pereira (Brasil).

O Granada está na penúltima posição a sete pontos do Leganés, primeira equipa acima da zona de despromoção.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG