O sms da paz de Toto Wolff para Verstappen

Mercedes tinha contestado o triunfo do piloto da Red Bull no Mundial de Fórmula 1, um título polémico conseguido na última volta do GP de Abu Dhabi, última prova do mundial.

A Mercedes já deu um sinal de paz e reconhecimento da vitória de Max Verstappen (Red Bull) no Mundial de Fórmula 1, um título polémico conseguido na última volta do GP de Abu Dhabi, última prova do mundial. A festa do neerlandês foi ensombrada pelo duplo protesto da escuderia de Lewis Hamilton, descontente com os procedimentos do safety car que terão ajudado Verstappen a sair vencedor, após uma ultrapassagem épica.

No entanto, a fazer fé no que diz o novo campeão, o chefe de equipa, Toto Wolff, já reconheceu a conquista do piloto da Red Bull. "O Toto enviou-me uma mensagem a congratular-me pela temporada e a dizer que eu mereço ganhar. Isso foi muito simpático da parte dele, claro. As emoções foram muito altas ao longo daquela última volta, de ambas as partes, de ambas as equipas, portanto é o que é", disse Max à Sky Sports.

A polémica, essa, está longe de acabar. Esta segunda-feira foi conhecido um áudio de uma conversa de Hamilton com a Mercedes via rádio, onde o britânico disse que a corrida foi manipulada. "Meu, isto foi manipulado", afirmou Hamilton, segundo a BBC, ressalvando que as palavras do britânico foram ditas apesar de não terem sido reproduzidas na transmissão oficial da prova.

O campeonato terminou no domingo com o triunfo de Verstappen, mas os carros já voltaram às pistas. Hoje os pilotos reúnem-se no Circuito de Yas Marin para dois dias de testes com os pneus de 2022, que serão maiores - com 18 polegadas, cinco a mais que os atuais.

E a Pirelli, fornecedora oficial da Fórmula 1, destacou os pilotos que vão participar dos testes com a ausência de Lewis Hamilton em relevo.O heptacampeão mundial justificou no entanto a ausência com a audiência em Windsor para ser oficialmente nomeado cavaleiro pela Rainha Isabel II.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG