Exclusivo "No Qatar adoram o Cristiano Ronaldo. Jogos com Portugal serão especiais"

Pedro "Ró-Ró" Correira nasceu em Mem Martins, mas brilha no Al Sadd e na seleção qatari depois de se naturalizar. O central já conta os dias para o Mundial 2022 e para os duelos com a seleção portuguesa, que vai apadrinhar a entrada dos qataris no grupo de apuramento.

Ainda faltam cerca de dois anos para o Mundial, mas Pedro Correia já conta os dias. "Eu nem consigo imaginar, vejo os dias passar, ando muito ansioso e espero que passe rapidamente. Será um sonho se for convocado e tudo indica que sim. Nunca na minha vida pensei ser possível jogar num Mundial", confessou ao DN o jogador, que se naturalizou qatari em 2016.

Pedro Correia, Ró-Ró para os amigos por causa da admiração pela dupla brasileira Ronaldo-Romário, é um exemplo de superação e amor ao futebol. Filho de cabo-verdianos nascido em Portugal, tem agora tripla nacionalidade e o coração dividido. Mas "Portugal é Portugal, é onde tenho a minha casa e a minha família". Cresceu no problemático bairro do Casal de São José, em Mem Martins, Sintra, onde começou a jogar à bola. Formou-se no Benfica, mas nunca passou do terceiro escalão. Hoje vive na luxuosa Tower Zone, em Doha, joga pela seleção do Qatar e tem a oportunidade de atuar num Campeonato do Mundo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG