Nem uma mulher na lista dos 100 desportistas a ganhar mais no mundo

Cristiano Ronaldo perdeu a liderança da lista da revista Forbes, tendo sido ultrapassado por Floyd Mayweather e Lionel Messi

Pela primeira vez em oito anos, não há uma única mulher na lista dos 100 desportistas mais bem pagos do mundo, de acordo com a lista publicada pela revista Forbes, que este ano é liderada pelo lutador de boxe Floyd Mayweather.

A tenista Serena Williams, que em 2017 era a única atleta feminina no ranking da revista norte-americana, ficou de fora, depois de ter dado à luz a filha Olympia em setembro do ano passado.

Serena ocupava o 51º lugar em 2017, com cerca de 23 milhões de euros. Desde 1 de junho, estima a Forbes, ganhou cerca de 15 milhões de euros, o que a coloca abaixo do atleta no 100º lugar, o jogador da NBA Nicolas Batum, que arrecadou cerca de 19 milhões de euros.

Desde que a Forbes começou a fazer a lista dos desportistas mais bem pagos do mundo, em 2010, é a primeira vez que não há nenhuma mulher no ranking, o que já levantou críticas entre os utilizadores do Twitter, que questionam as diferenças salariais entre homens e mulheres no mundo do desporto.

"Homens = 100/100
Mulheres = 0/100
Pela primeira vez desde que a Forbes começou a complicar a lista dos 100 mais bem pagos do mundo, não há uma única mulher na lista. Nem uma. Que acusação brutal da enorme disparidade entre homens e mulheres no desporto".

"Nenhuma mulher na lista da Forbes dos 100 atletas mais bem pagos em 2017. Se isso te deixa louco, apoia as atletas femininas. Assiste aos desportos das mulheres, fala sobre os desportos das mulheres e segue as atletas femininas nas redes sociais".

Ronaldo em terceiro lugar

O pugilista norte-americano Floyd Mayweather foi o desportista com mais rendimentos em 2017, tendo destronado Cristiano Ronaldo, que liderou nos dois anos anteriores. Segundo a Forbes, Mayweather encaixou um total de 244 milhões de euros no ano passado.

Em segundo lugar aparece Lionel Messi, que arrecadou 95,2 milhões de euros. Só depois surge Cristiano Ronaldo, com ganhos globais de 92,8 milhões de euros, dos quais 52,3 milhões em salários e 40,3 em contratos publicitários.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG