Morreu Michael "Moose" Cusack, inspirador do movimento olímpico especial

"Ele foi a razão pela qual tivemos as primeiras olimpíadas especiais", afirmou a professora de educação física que ajudou a impulsionar o movimento olímpico especial.

Michael "Moose" Cusack, um dos inspiradores do movimento olímpico especial, "Special Olympics", que ganhou várias medalhas, morreu aos 64 anos, noticiou a imprensa na segunda-feira.

De acordo com o jornal Chicago Tribune, cidade de onde era natural, Michael "Moose" Cusack, que tinha síndrome de Down, morreu na passada quinta-feira de causas naturais associada à doença de Alzheimer.

Aos 10 anos Michael "Moose" Cusack juntou-se a um programa do distrito de Chicago para crianças com deficiência, onde conheceu a professora de educação física Anne Burke, a inspiradora da competição desportiva para pessoas com necessidades especiais.

Com Eunice Kennedy Shriver (da Fundação Joseph P. Kennedy Jr), a professora lançou as bases para os primeiros jogos olímpicos especiais de Chicago, em 1968, nos quais Michael "Moose" Cusack ganhou a sua primeira medalha de ouro numa prova de natação.

"Ele foi a razão pela qual tivemos as primeiras olimpíadas especiais", disse a professora na altura.

Desde então os jogos olímpicos especiais estenderam-se por mais de 170 países e reuniram milhões de atletas.

Os 50 anos da organização foram celebrados em Chicago, em 2018.

Connie Mcintosh, uma das quatro irmãs de Cusack, disse, citada pelo jornal, que o irmão "viveu plenamente" e de forma alegre. "Fez de nós pessoas melhores", afirmou.

Michael "Moose" Cusack participou em competições até aos 50 anos e embora a natação fosse a sua paixão também praticou desportos como basquetebol, bowling, hóquei e golfe.

O funeral realiza-se na quarta-feira.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG