Verstappen ultrapassa Hamilton a duas volta do fim e vence GP de França

A duas voltas do final, o piloto da Red Bull ultrapassou Lewis Hamilton, e venceu o Grande Prémio de França, no circuito Paul Ricard, em Le Castellet este domingo.

Lewis Hamilton perdeu o grande prémio de França de Fórmula 1, este domingo, no circuito Paul Ricard, em Le Castellet, a duas voltas do fim, quando Max Verstappen ultrapassou o Mercedes do piloto britânico, numa corrida muito disputada e em que o pódio mudou de 'donos' várias vezes.

"A estratégia de parar duas vezes compensou", disse max Verstappen, após a corrida. "Lutámos um contra o outro a corrida toda. Penso que será assim durante o resto da temporada", acrescentou o piloto holandês.

Lewis Hamilton elogiou o desempenho do adversário, que está à sua frente no mundial de pilotos: "Parabéns ao Max pelo excelente trabalho. Estou feliz com o resultado, infelizmente perdi o lugar mas ainda assim foi uma grande corrida", disse o britânico, campeão em título.

"Que grande corrida hoje. Grandes pontos para a equipa", disse Checo, que ficou em terceiro lugar. O colega de equipa de Max Verstappen na Red Bull travou a sua batalha com Valtteri Bottas (Mercedes).

Um mau arranque

Max Verstappen ocupava o primeiro lugar na grelha de partida, mas saiu de pista na primeira volta e Lewis Hamilton (Mercedes) tomou a dianteira no Grande Prémio de França. "Não consegui manter o carro sob controlo", disse o holandês, no rádio, citado pela BBC.

Veja aqui o vídeo da partida:

Após o incidente inicial, Max Verstappen tentou a todo o custo ultrapassar Hamilton, fazendo algumas das voltas mais rápidas.

Após passagem pelas boxes para trocar pneus - que voltaram a da que falar neste grande prémio - Max Verstappen passou Hamilton, perante o olhar desalentado do diretor da equipa Mercedes, Toto Wolf, captado pelas câmaras de televisão.

Numa segunda passagem pelas boxes, Max Verstappen trocou para pneus médios, que, à partida são muito menos resistentes - e ainda faltavam 20 voltas. A paragem levou-o ao quarto lugar, e, de novo. à recuperação: a dez voltas do final estava em terceiro e os Mercedes de Hamilton e Bottas, primeiro e segundo lugar na corrida, ainda só tinham feito uma paragem.

Na volta 44, Max Verstappen passou Vallteri Bottas e passou para o segundo lugar. Ficou a 4 segundos de Hamilton.

Sergio Perez, em quarto, começou o seu ataque a Bottas, à procura de um lugar no pódio e mais pontos no mundial de construtores. E acabou por conseguir.

Problemas com pneus e com os rádios

O Mercedes de Hamilton voltou a mostrar problemas com os pneus, à semelhança do que ocorreu há duas semanas em Baku, Azerbaijão.

Também Fernando Alonso, ao volante do seu Alpine, se queixou do estado dos pneus. "Parece-me que toda a gente está a lutar...", disse pelo rádio o piloto espanhol, alertando para porem em marcha o "plano b". Por essa altura, já tinha sido ultrapassado pelos Mclaren de Lando Norris e Daniel Ricciardo.

Charles Leclerc (Ferrari) foi o primeiro a parar nas boxes para trocar os pneus e pouco tempo depois Valtteri Bottas (Mercedes) também fez a sua paragem técnica. Estava em quarto lugar, com a equipa a elogiar o desempenho do finlandês. "Estamos a gostar disto, Valtteri. Continua", disseram-lhe quando a corrida ia a meio. Bottas ocupava a terceira posição e Sergio Perez, da Red Bull, tinha passado para a posição 4, após a mudança de pneus. Em quinto, seguia Sebastian Vettel (Aston Martin).

Também as comunicações por rádio evidenciaram problemas no circuito Paul Ricard, em Le Castellet, França.

Pierre Gasly (AlphaTauri) e Esteban Ocon (Alpine) corriam em casa, mas esse factor - apesar do regresso do público ao circuito - não trouxe lugares no pódio.

Estes são os 10 primeiros classificados:

1. Max Verstappen (Red Bull Racing)

2. Lewis Hamilton (Mercedes)

3. Sergio Perez (Red Bull Racing)

4. Vallteri Bottas (Mercedes)

5. Lando Norris (Mclaren)

6. Daniel Ricciardo (Mclaren)

7. Pierre Gasly (AlphaTauri)

8. Fernando Alonso (Alpine)

9. Sebastian Vettel (Aston Martin)

10. Lance Stroll (Aston Martin)

Mais Notícias

Outras Notícias GMG