Mattheus Oliveira ou filho de Bebeto? Um dilema desde 1994

Marcou dois golos ao Rio Ave e fez Portugal e o Brasil recordar que é filho da antiga glória canarinha que imortalizou o "embala neném".

Mattheus Oliveira foi notícia assim que nasceu. A 9 de julho de 1994, o pai, Bebeto, internacional brasileiro, estava a jogar com a Holanda no Mundial 94 nos EUA, marcou dois golos e fez o gesto de embalar a comemorar o nascimento do filho dois dias antes (7 de julho). O "embala neném" ficou para a história e Mattheus, jogador do Estoril, cresceu à sombra do talento do pai.

"Tenho esse vídeo comigo no telemóvel. É algo que vai ser sempre especial. Não há como retribuir aquele gesto que ele fez para mim. Cada vez que o vejo fico emocionado", contou o jovem de 21 anos, em janeiro de 2015, quando chegou ao Estoril, emprestado pelo Flamengo.

Mattheus - em homenagem ao alemão Lothar Matthäus - começou a jogar futsal no Flamengo, mas, aos 10 anos, Maurício, um primo do cunhado de Bebeto, levou-o a fazer testes para a equipa de futebol de 11, sem dizer a ninguém quem era. E ele ficou entre os dez selecionados.

Leia mais na edição impressa e no epaper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG