Maioria rejeita regresso do público aos estádios

Mulheres estão mais pessimistas do que os homens. Portistas são os mais recetivos e benfiquistas os menos.

Ainda não estão reunidas as condições para o regresso do público aos estádios. De acordo com a sondagem da Aximage para o DN, JN e TSF, 56% dos inquiridos rejeitam a ideia, contra 39% que entendem que já é possível voltar às bancadas.

A maior rejeição verifica-se nas respostas do sexo feminino, em que só 28% das mulheres acham que está na hora de os jogos deixarem de ser disputados à porta fechada, contra 66% que entendem que tal ainda não é oportuno. Já a maior parte dos homens (52%) concorda com o regresso, contra 43% que acham que não. A maior percentagem de pessoas que pensa estarem reunidas condições são do Norte (46%). Já os maiores opositores são os da Área Metropolitana de Lisboa (só 33% concordam).

É no grupo etário dos 35 aos 49 anos que se encontram as respostas mais favoráveis (43%), enquanto a maior rejeição acontece no segmento entre os 50 e os 64 anos (63%). É na classe D, a mais baixa, que está a maioria das rejeições (61%), ao passo que, a favor, o registo mais alto surge na classe C1 (41%).

Ao nível de simpatia clubística, os adeptos do FC Porto são os que mais admitem o regresso (43%), mas, fora do círculo dos três grandes, a maioria (51%), acha que há condições para voltar aos estádios. No polo oposto estão os benfiquistas, com 55% a entender que tal não é boa ideia. Os sportinguistas ficam, nestas respostas, no meio dos outros grandes, com 54% a achar que não há condições e 39% a admitir o inverso.

Já quando a questão se refere ao acesso aos recintos, 82% entendem que deve ser limitado a pessoas vacinadas, contra 18% que consideram que deve ser livre. Aqui não há grande diferenciação de resultados, a nível de sexo, grupo etário, classe e simpatia clubística.

Numa perspetiva diferente, face à possibilidade de se apresentar um teste negativo feito nas últimas 72 horas, 61% concordam que tal permita o acesso aos estádios, contra 39% que admitem o contrário. Os homens estão mais recetivos (63% contra 59% das mulheres) e são os adeptos do Benfica os que mais apoiam esta via: 64%, contra 63% do F. C. Porto e 55% do Sporting.

FICHA TÉCNICA

A sondagem foi realizada pela Aximage para o DN, JN e TSF, com o objetivo de avaliar a opinião dos portugueses sobre temas relacionados com a gestão da pandemia. O trabalho de campo decorreu entre os dias 10 e 12 de julho de 2021 e foram recolhidas 763 entrevistas entre maiores de 18 anos residentes em Portugal. Foi feita uma amostragem por quotas, com sexo, idade e região, a partir do universo conhecido, reequilibrada por sexo, idade, escolaridade e região. À amostra de 763 entrevistas corresponde um grau de confiança de 95% com uma margem de erro de 3,5%. A responsabilidade do estudo é da Aximage Comunicação e Imagem, Lda., sob a direção técnica de José Almeida Ribeiro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG