Lewis Hamilton nomeado cavaleiro no Reino Unido

Um grupo de legisladores britânicos pediu no último mês ao primeiro-ministro Boris Johnson que indicasse o piloto para o título de cavaleiro

O piloto britânico Lewis Hamilton foi nomeado cavaleiro na tradicional lista de honras de Ano Novo da Grã-Bretanha, depois de ter igualado o recorde de Michael Schumacher de sete títulos mundiais de Formula 1.

A lista reconhece quem teve desempenhos notáveis em vários campos, incluindo economia, desporto e política.

Este ano há muitos prémios para aqueles que procuraram soluções para os problemas apresentados pela covid-19.

Hamilton, de 35 anos, ultrapassou o número recorde de vitórias em corridas na carreira de Schumacher durante uma temporada em 2020, que até foi encurtada devido à pandemia.

Um grupo de legisladores britânicos pediu no último mês ao primeiro-ministro Boris Johnson que indicasse o piloto para o título de cavaleiro.

Hamilton, que mora no Mónaco, já enfrentou algum escrutínio no passado sobre os seus acordos tributários, mas insistiu que paga uma quantia significativa de impostos na Grã-Bretanha.

O piloto da Mercedes tornou-se um defensor declarado da igualdade, da diversidade e do meio ambiente este ano e fez várias fortes declarações de direitos humanos relacionadas com democracia e racismo.

Também incluídos na lista estão os ex-jogadores de futebol Jimmy Greaves e Ron Flowers, que são os últimos membros sobreviventes da seleção inglesa vencedora da Mundial 1966 a serem homenageados.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG