LaMarcus Aldridge acaba carreira devido a problemas cardíacos

O basquetebolista norte-americano LaMarcus Aldridge, recentemente transferido para os Brooklyn Nets, anunciou esta quinta-feira, aos 35 anos, o fim da sua carreira na NBA devido a problemas cardíacos.

"No último jogo, senti um batimento irregular do coração. Mais tarde, nessa noite, piorou e fiquei realmente preocupado. No dia seguinte, contei à equipa o que se passava e mandaram-me ao hospital fazer exames. Embora hoje me sinta melhor, naquela noite vivi uma das experiências mais assustadoras da minha vida", contou, nas redes sociais.

O problema que motivou esta "decisão difícil" do poste que chegou à NBA em 2006, selecionado no 'draft' pelos Portland Trail Blazers, aconteceu em 10 de abril no encontro com os Los Angeles Lakers.

"Dito isto, tomei a difícil decisão de me retirar da NBA. Durante 15 anos, o basquetebol foi a minha prioridade, mas agora chegou o momento de me colocar a mim e à minha família em primeiro lugar", vincou, admitindo o "coração pesado" na hora de anunciar o abandono.

Aldridge, de 2,11 metros e 113 quilos, tinha acabado de ser contratado pelos Nets para jogar o final da época, numa das suas melhores oportunidades de conquistar o anel de campeão que sempre lhe fugiu, ao lado de atletas como Kevin Durant, James Harden, Kyrie Irving ou Blake Griffin, entre outros.

"Sabemos que não foi uma decisão fácil para ele, mas após cuidadosa consideração e consulta com vários especialistas médicos, ele tomou a melhor decisão para ele, para a sua família e a sua vida após o basquetebol", disse o diretor-geral da equipa de Brooklyn, Sean Marks.

De 2006 a 2015, Aldridge atuou pelos Blazers e daí até 2020 representou os San Antonio Spurs, sendo selecionado sete vezes para o jogo 'All-Star' e integrando em duas ocasiões a segunda melhor equipa da época regular, em 2015 e 2018.

"Sou grato por tudo o que este desporto me deu: as ótimas lembranças, com os altos e baixos, os relacionamentos que criei e vou manter para sempre", contou, agradecendo a confiança depositada em si pelas equipas que representou e lamentando que a experiência com os Brooklyn "não tenha durado muito".

Aldridge termina a carreira de 15 temporadas com médias de 19,4 pontos e 8,2 ressaltos. "Sabemos que um dia isto acaba. Então, certifiquem-se de aproveitar todos os dias. Posso realmente dizer que fiz exatamente isso", concluiu.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG