Kikas foi o único rookie a passar diretamente à 3.ª ronda

Boa estreia do surfista português na liga mundial. Frederico Morais venceu a bateria impondo-se a Toledo e a Adrian Buchan.

Frederico Morais entrou da melhor forma na Liga Mundial de Surf (WSL), ao vencer a bateria e garantir o acesso direto à 3.ª ronda. A estreia na elite mundial foi um sólido triunfo, num dos heats mais equilibrados do primeiro dia, acabando por bater um dos principais favoritos em Snapper Rocks, Filipe Toledo, e o veterano Adrian Buchan.

Kikas foi o único rookie a conseguir passar a bateria em primeiro lugar, evitando assim a 2.ª ronda de repescagem, que é considerada uma verdadeira lotaria, tal a imprevisibilidade. O próximo heat do português ainda não era conhecido à hora de fecho desta edição, nem tão-pouco o adversário, que sairá da repescagem. "Estou muito feliz! Sabia que ia ser difícil, o Filipe tem estado a surfar muito bem e o mar estava instável, mas concentrei-me e no meu surf e, quando pude tentar a última onda, sabia que havia pouco tempo, cerca de um minuto, e tive de arriscar, era a última hipótese, e felizmente consegui", afirmou o português, mal saiu do mar, ainda eufórico com as ondas de estreia.

Frederico Morais realizou muitas manobras e alcançou mesmo a nota mais alta da bateria (8.73 pontos), totalizando 15.70 pontos. Toledo terminou em segundo e Ace Buchan foi terceiro.

O português, que compete com o número 25 - a soma dos números da data de nascimento (3/1/1992), a idade com que se estreia no WSL e o dia de aniversário do pai -, é o segundo surfista nacional a competir entre a elite depois de Tiago Pires (2008 a 2015). "Saca" também fez a sua estreia no World Tour nas ondas australianas de Gold Coast, em fevereiro de 2008, terminando a primeira etapa da liga mundial em 33.º lugar. Ao passar o primeiro heat na Austrália, Frederico Morais terminará, no mínimo, a primeira prova na WSL no 27.º lugar.

Medina, Fanning e Slater

No primeiro dia do World Tour 2017, Gabriel Medina foi quem sacou ondas mais espetaculares e mostrou estar em grande forma, deixando a concorrência (Wiggolly Dantas e Zeke Lau) bem longe e passando direto à 3.ª ronda. No entanto, o antigo campeão mundial magoou-se no joelho e teve de receber assistência, mas já tranquilizou os fãs, garantindo que competirá na próxima ronda.

Os favoritos, casos do campeão mundial John John Florence, Jordy Smith, Mick Fanning, Julian Wilson, Adriano de Souza e Parko, que alcançou a nota mais alta da ronda inaugural (9.23 pontos), também passaram sem grande dificuldade, diretos à 3.ª ronda. Uma eliminatória que poderá ter dois irmãos. O wildcard Mikey Wright juntou-se ao irmão Owen na 3.ª ronda, depois de bater Michel Bourez, na primeira bateria da repescagem.

O primeiro dia fechou com o triunfo de Kelly Slater frente a Nat Young. O americano, que havia perdido para Mick Fanning e Jeremy Flores no heat 7 do 1.º round, redimiu-se na bateria da segunda ronda frente ao conterrâneo Nat Young e seguirá na luta pelo 12.º título mundial.

Quando a prova retomar, vai ser a vez de Toledo tentar evitar a eliminação precoce frente a Zeke Lau, depois de ter sido batido pelo rookie Frederico Morais.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG