Jorge Jesus: "Jogadores estão 100% confiantes de que podem ganhar ao FC Porto"

O treinador do Benfica considera a ausência de Pizzi um problema normal e que foi por causa da covid-19 que quis um plantel extenso.

Jorge Jesus, treinador do Benfica, garantiu que não está preocupado com a ausência de Pizzi, infetado com o novo coronavírus, na Supertaça, que se realiza esta quarta-feira (20.45 horas), em Aveiro, frente ao FC Porto.

"Já tenho experiência de lidar com esta questões e estes problemas. O único problema é que o Pizzi vai estar fora do jogo, vai estar 10 dias sem treinar e não mais do que isso. Para mim, isto é um problema normal do mundo em que vivemos", disse Jorge Jesus na conferência de antevisão do jogo.

O técnico assumiu que o Benfica tem soluções para colmatar a baixa de Pizzi, explicando que os encarnados prepararam-se para estas situações, optando por ter um plantel maior do que é habitual. "Hoje não podemos ter 20 jogadores. Temos de ter 26, 27 ou 28, por causa da covid-19. Foi exatamente isso que o Benfica fez: um plantel com mais quantidade, exatamente pelas situações de covid-19 que podem acontecer."

Durante uma conferência de imprensa em que fez várias alusões ao seu passado no futebol brasileiro, o técnico escondeu a sua estratégia para o jogo com o FC Porto, mas sempre foi dizendo que o Benfica "não irá fugir quase nada" do que é a sua ideia de jogo.

Jesus afirmou ainda que tem muito respeito pelo adversário, lembrando que o FC Porto saiu vencedor nas três vezes em que as duas equipas se enfrentaram na última época. "Tenho de respeitar os meus adversários, sejam eles quem forem", disse, afirmando ainda assim que os seus "jogadores estão 100% confiantes de que têm capacidade e valor para ganhar ao FC Porto".

O técnico disse ainda que sente falta dos adeptos nos estádios de futebol, adiantando que gostava de ver o palco do jogo "lotado, metade vermelho, metade azul". "Sem adeptos, não é a mesma coisa. Hoje, as grandes equipas do Mundo não estão a jogar ao mesmo nível porque não têm adeptos. Não é a mesma coisa e é assim tanto para os jogadores como para os treinadores", afirmou.

Na mesma ocasião, o defesa Gilberto disse que os jogadores estão preparados e esperam "fazer um grande jogo". "No Brasil também acompanhamos o futebol português, conheço o FC Porto e a história. Nos últimos anos são os clubes que vêm ganhando mais títulos em Portugal. É sempre um jogo grande, importante e tenho a certeza de que vamos fazer um grande jogo", disse.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG