Jorge Jesus: "Barcelona não passa do 8 para o 80 só por não ter Messi"

Benfica joga na quarta-feira com o Barcelona para a Liga dos Campeões.

O Benfica vive dias eufóricos com sete triunfos em sete jornada da I Liga. Um ambiente muito diferente do que se vive no Barcelona. Mas a instabilidade desportiva do adversário depois da saída de Lionel Messi para o PSG Não entra em campo hoje no Estádio da Luz, segundo Jorge Jesus.

"O Barcelona continua a ser uma das equipas mais fortes da Europa, com jogo de nível muito alto e essa questão é porque não tem Messi, mas não deixa de ser muito forte. Fiz três jogos contra o Barcelona, dois no Benfica e um no rival [Sporting], e num deles o Messi já lá estava. Se me disser que qualquer equipa do Mundo é mais forte com Messi, ninguém tem dúvidas. O Barcelona só perdeu um jogo, com o Bayern Munique. É por isso que não está tão forte? Não deixa de ser uma grande equipa", defendeu o treinador do Benfica, a espera de "grandes dificuldades" na 2.ª jornada do Grupo E da Liga dos Campeões.

E o jogo com o Bayern Munique, em que perdeu por 3-0, é paradigmático disso mesmo: "Não é uma equipa que passa do 8 para o 80 só por não ter Messi. Quando tinha Messi também perdeu com o Bayern Munique 8-2."

E mesmo que seja "verdade" que sem Messi ninguém fica mais forte, também é verdade que "o Barcelona não deixa de ser uma equipa muito forte" e com a "ambição ganhar a Champions".

A estratégia encarnada para o jogo com os catalães vai andar muito à volta de Rafa e dos problemas que ele poderá causar na defesa do Barça. "Quem tem de se preocupar com isso é o treinador do Barcelona. O que me preocupa é quando o Barcelona tiver bola, o ataque posicional, as saídas, a bola parada... Não estou preocupado quando a nossa equipa tiver bola porque aí é o treinador do Barcelona que tem de pensar e pensar como pode parar o Rafa, o Darwin... Ele é que tem de partir a cabeça toda e não eu", afirmou Jesus esta terça-feira.

Quanto a opções defensivas... Diogo Gonçalves não recuperou e está fora de jogo. Já "André Almeida vai estar na convocatória, mas ainda não tem o ritmo desejável". Sobram Gilberto e o Valentino.

Quem tem lugar garantido no onze é Grimaldo... que tem uma forte ligação ao emblema catalão: "O Barcelona é como a minha casa, formei-me ali, passei lá muitos anos, cresci como homem e como pessoa. Vai ser um jogo especial, para além de me ter formado no Barça, é um jogo de Champions. Todos queremos jogar este tipo de jogos (...) Desejo marcar, mas não celebrarei. Vou ficar contente, obviamente, porque quero marcar e ganhar, mas, por respeito ao meu antigo clube, não celebraria. "

Koeman: "Benfica não é uma equipa que jogue para não perder"

O treinador do FC Barcelona espera um "jogo difícil" frente ao Benfica, até porque o jogo é no Estádio da Luz, com ambiente contra e porque o adversário "não é uma equipa que jogue para não perder". E ele sabe do que fala. Ronald Koeman orientou o Benfica em 2005-06 - época em que derrotou na Luz Manchester United (2-1) e Liverpool (1-0) e empatou com os catalães (0-0).

"Sabemos que é uma equipa forte, tenho a experiência de saber o quão grande é. Será um jogo bonito, precisamos de ter um bom resultado e pela frente estão dois estilos diferentes, pelo que podemos esperar um jogo interessante", justificou o holandês, que vive dia difíceis no emblema blaugrana e começou esta Champions com uma pesada derrota diante do Bayern Munique (3-0).

Do Benfica, o treinador espera uma rival que não se precipite ou que dê muitos espaços: "A mentalidade portuguesa é controlar o jogo, para depois surpreender com qualidade na transição ofensiva. Temos de tentar anulá-los, sabemos que são perigosos nos contra-ataques. Por isso, é importante ter bola, mas se a perdermos, estarmos bem organizados defensivamente."

Koeman já vai contar com Pedri, mas não com Jordi Alba e destacou a experiência dos centrais Otamendi e Vertonghen, mas também a capacidade finalizadora de Yaremchuk. Já o central uruguaio Ronald Araújo assinalou a amizade com o compatriota Darwin Nuñez, avançado do Benfica e a ambição de levar os três pontos para Barcelona.

No outro jogo do grupo, o Bayern Munique joga com o Dínamo de Kiev.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG