De ídolo a "vilão". Julian Draxler quer deixar o Wolfsburgo

Apenas um ano após ter assinado pelo Wolfsburgo, o jogador mais caro da história do clube pediu formalmente para sair, apesar de ter contrato até 2020

O futebolista internacional alemão Julian Draxler, que esteve em destaque no Euro2016, em França, disse hoje que pretende deixar o Wolfsburgo, contrariando a posição assumida pelos responsáveis do clube germânico, que garantem que irá permanecer.

Numa entrevista publicada no jornal alemão Bild, Julian Draxler referiu que após o Euro2016 deu conta do seu desejo de deixar o Wolfsburgo ao treinador Dieter Hecking e que este lhe pediu três semanas.

Julian Draxler, de 22 anos, chegou ao Wolfsburgo proveniente do Schalke 04, em 2015, por 35 milhões de euros, e tem contrato até 2020. O médio ofensivo tem sido dado como possível reforço dos ingleses do Arsenal e dos italianos da Juventus.

"O Wolfsburgo era uma espécie de 'trampolim'", referiu o colega de equipa do internacional português Vieirinha, que lamentou o facto de o treinador Dieter Hecking ter confirmado, numa entrevista à revista Kicker, a sua permanência, sem ter falado com ele, e depois de ter havido o compromisso verbal que o deixava sair se tal se proporcionasse.

Ainda de acordo com Julian Draxler, campeão mundial em título pela 'Mannschaft', no Brasil2014, "estava claro para toda a gente que pretendia sair para um grande clube internacional".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG