Halep vs.Wozniacki. A final que vale a liderança mundial

Romena e dinamarquesa defrontam-se no jogo decisivo do Open da Austrália e em busca da primeira vitória num Grand Slam

Quando entrarem na Rod Laver Arena no final de tarde (manhã em Portugal) de sábado, Simona Halep e Caroline Wozniacki terão mais em comum do que a separá-las. As duas tenistas procuram o primeiro título na Austrália e anseiam por escrever o nome no circuito mundial como campeãs de um Grand Slam.

Halep e Wozniacki chegam à final de um major pela terceira vez: a romena tem duas perdidas em Roland Garros, em 2014 (Maria Sharapova) e 2017 (Jelena Ostapenko); a dinamarquesa também dois desaires no US Open em 2009 (Kim Clijsters) e 2014 (Serena Williams). Mas há mais, pois ambas querem a cereja no topo do bolo: quem vencer o Open da Austrália sairá de Melbourne com o estatuto de número um mundial.

Simona Halep lidera o ranking WTA e vai querer defender o lugar, enquanto Caroline Wozniacki (2.ª na hierarquia) sabe que se vencer volta ao topo mundial, lugar que já não ocupa desde janeiro de 2012 - no confronto direto a dinamarquesa ganha por 4-2.

O mundo do ténis ficou a conhecer Simona Halep quando em 2008 venceu o torneio Roland Garros na categoria de juniores. Mas a ascensão no ranking teve um segredo: uma intervenção cirúrgica - uma redução mamária - que a tornou mais leve e ágil sobre o court. Teve de esperar pelos 18 anos para fazer a operação plástica, algo que aconteceu em maio de 2010. Desde então foi sempre a subir (450 lugares) até chegar a líder mundial em 2017.

Já Wozniacki venceu vários torneios em juniores (incluindo Wimbledon 2006). A estreia no WTA foi em 2005, tendo o atual rosto da coleção de Stella McCartney na Adidas Sportswear (recusou renovar contrato com Halep, que está a jogar no Open da Austrália com um vestido sem marca) chegado a número um mundial em 2010.

Vitórias sofridas rumo à final

Simona Halep ganhou um lugar na final do Open da Austrália ao bater Angelique Kerber. Num encontro equilibrado, entre duas tenistas que neste ano ainda não tinham perdido qualquer jogo, Halep foi mais forte na fase final, salvando dois match points e derrotando Kerber por 6-3, 4-6 e 9-7. "Foi muito duro, ainda estou a tremer. Disputar duas partidas como esta, no mesmo torneio, não é fácil", disse a romena no final do encontro com a alemã.

Na final, a atual número um mundial vai encontrar Caroline Wozniacki, que ontem bateu a belga Elise Mertens (37.ª) em dois sets, por 6-3 e 7-6(2).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG