Guardiola diz que Messi está "neste momento" fora dos planos do City

O treinador do Manchester City, Josep Guardiola, admitiu que recebeu com surpresa a notícia da saída do futebolista Lionel Messi do Barcelona, afastando, para já, o interesse do campeão inglês no 'astro' argentino.

"O Grealish vai usar o número 10. Ele convenceu-nos e estávamos convencidos que o 'Leo' ficava no FC Barcelona. Neste momento, [Messi] não está nos nossos pensamentos", afirmou o técnico catalão em entrevista ao sítio de internet do City.

De resto, Guardiola confessou que não contava com o 'adeus' de Messi ao colosso catalão, no qual jogou toda a carreira profissional, até agora.

"Foi uma surpresa para todos, inclusive para mim", lançou, sublinhando que, enquanto adepto do FC Barcelona, gostaria de ver o craque sul-americano terminar a carreira no clube em que o próprio brilhou, primeiro enquanto jogador, e, depois, como treinador.

E acrescentou: "Como adepto, tenho uma gratidão incrível pelo jogador mais extraordinário que vi na minha vida. Ganhou troféus para o FC Barcelona, ajudou-me a ganhar, e a ir para o Bayern [de Munique] e para o City."

Guardiola não poupou elogios a Messi, reforçando que o argentino levou o FC Barcelona "para outro nível", dominando o mundo do futebol durante uma década.

"Desejo-lhe o melhor para o resto da sua carreira", destacou o técnico catalão.

Paralelamente, questionado sobre um eventual interesse do City no internacional inglês do Tottenham Harry Kane, Guardiola jogou 'à defesa', ainda que demonstrando a sua admiração pelas qualidades do ponta de lança.

"Ele joga no Tottenham. Se o Tottenham não quer negociar, acabou-se. Se estiverem abertos a negociar, não apenas o Manchester City, mas todos os grandes clubes vão tentar comprá-lo", frisou.

Na quinta-feira, o FC Barcelona anunciou que não iria renovar o contrato com Lionel Messi, que tinha terminado no final de junho, justificando a decisão com "obstáculos económicos e estruturais", mais concretamente regras financeiras impostas pela Liga espanhola (La Liga) aos clubes.

Com esta separação, Lionel Messi, seis vezes vencedor da Bola de Ouro, pode mudar pela primeira vez de clube, aos 34 anos, e depois de 672 golos, 778 jogos e 34 títulos na equipa principal dos catalães.

Messi, que chegou ao 'Barça' quando tinha apenas 13 anos, estreou-se pela equipa principal em 2004/05 e, em 17 épocas, arrebatou 34 títulos, entre os quais 10 ligas espanholas e quatro ligas dos campeões, além de ter sido eleito por seis vezes 'Bola de Ouro' (melhor jogador do mundo) e ter conquistado por seis vezes a 'Bota de Ouro' (melhor marcador dos campeonatos europeus).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG