Griezmann diz que futebolistas não dizem abertamente que são gays "porque têm medo"

O avançado do Atlético de Madrid disse ainda que se fosse homossexual acha que não esconderia o facto, mas reconheceu que é mais fácil dizê-lo quando não se tem de passar por isso

O francês Antoine Griezmann revelou numa entrevista que não há futebolistas que digam abertamente que são homossexuais "porque têm medo de insultos".

Questionado pela ICON, a revista masculina do El País, sobre porque há jogadores que "ocultam a sua homossexualidade", Griezmann explica que acha que é "habitual porque [os futebolistas] se fazem de duros e fortes" e "têm medo do que podem dizer", sobretudo porque "há muita gente má no futebol" e podem ser insultados nos estádios.

O avançado do Atlético de Madrid disse ainda que se fosse homossexual acha que não esconderia o facto, mas reconheceu que é mais fácil dizê-lo quando não se tem de passar por isso.

O tema é abordado numa entrevista mais pessoal em que o futebolista de 26 anos fala da vida fora das quatro linhas: da família, a namorada e a filha de um ano, do seu estilo e dos seus ídolos.

Aos 26 anos, Griezmann é uma das estrelas do Atlético e da seleção francesa e ficou em terceiro na última votação para a Bola de Ouro, atrás de Ronaldo e Messi.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG