Gabriel Medina vence pela primeira vez em Peniche

Brasileiro bateu Julian Wilson numa final emocionante. Luta pelo título fica acesa para a última etapa, no Pipeline

Gabriel Medina comprovou o excelente momento de forma neste final de temporada. O brasileiro venceu o Meo Rip Curl Pro, etapa portuguesa do mundial, em Peniche, depois de ter conquistado o Quicksilver Pro, em França. Dois triunfos consecutivos para o surfista num momento essencial da época, pois a luta pelo título está completamente em aberto quando falta apenas a última prova, no Havai..

Em 2012, Medina havia perdido na final em Peniche precisamente frente a Julian Wilson. Este ano também havia sido derrotado pelo australiano no Tahiti. Agora, o brasileiro campeão do mundo de 2014 venceu a final com a pontuação de 13,26 contra 10,94, numa bateria com minutos finais emocionantes.

Ainda assim, o segundo lugar permite a Wilson viajar para o Havai com hipóteses de discutir o campeonato.

A luta pelo título sai bem acesa de Peniche. Com a eliminação precoce de Jordy Smith, John John Florence precisava "apenas" de ganhar nos Supertubos para ser novamente campeão em Portugal, tal como aconteceu em 2016. Se Gabriel Medina não fosse à final, então bastaria estar no heat decisivo para garantir o título. No entanto, o havaiano foi afastado pelo americano Kolohe Andino nos quartos de final (14.00 pontos contra 3.80).

Assim, tudo ficará decidido no Pipeline, de 8 a 20 de dezembro. Chegaram a Peniche oito candidatos, saem quatro: John John Florence (53.350 pontos), Gabriel Medina (50.250), Jordy Smith (47.600) e Julian Wilson (45.200).

Andino e Igarashi caíram nas meias-finais

Medina e Wilson asseguraram os lugares na final ao eliminarem os norte-americanos Kanoa Igarashi e Kolohe Andino, respetivamente.

Na primeira bateria das 'meias' da 10.ª e penúltima etapa do circuito mundial, o australiano Julian Wilson, vencedor da etapa de Peniche em 2012, somou 16,83 pontos (9,43 e 7,40), superando os 14,56 (8,83 e 5,73) do norte-americano Kolohe Andino, que havia eliminado o atual campeão do mundo, o havaiano John John Florence, nos quartos de final.

A prestação surpreendente do norte-americano Kanoa Igarashi, 24.º do 'ranking', na prova penicheira chegou ao fim com 6,24 pontos (1,67 e 4,57) contabilizados na outra 'meia', insuficientes para os 11,10 (5,83 e 5,27) do brasileiro Gabriel Medina, campeão do mundo em 2014, que acabou por a fazer jus ao seu favoritismo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG