U. Leiria "obrigada a desistir" da Liga portuguesa

A Sociedade Anónima Desportiva (SAD) da União de Leiria anunciou esta sexta-feira que a rescisão contratual de 13 futebolistas a forçará a abandonar o campeonato nacional.

Através de um comunicado, enviado à agência Lusa, a União de Leiria explica que a rescisão contratual levada a cabo por 13 jogadores que integravam o plantel do clube leiriense "potenciou, de forma irreversível, a previsível descida de divisão". Assim sendo, reforça a SAD do emblema da cidade do Rio Lis, a União de Leiria será "obrigada a desistir" da Liga portuguesa de futebol.

Segundo a União de Leiria, as cartas de rescisão dos atletas estão datadas de 27 de abril, sendo que no entanto apenas foram recebidas a 2 de maio. O clube acusa, assim, os futebolistas de "ausência injustificada aos treinos e, mais gravosamente, ao jogo da 28.ª jornada" diante do Feirense, na Marinha Grande, em que a União, que se apresentou em campo com oito jogadores, foi derrotada por 4-0.

Invocando o que entende ser uma "implicação direta entre o incumprimento dos deveres de trabalhador e os gravíssimos prejúizos desportivos e financeiros", a SAD da União de Leiria pondera, deste modo, avançar com uma ação judicial com o objetivo de "exigir o ressarcimento de todos os danos e prejuízos resultantes desta situação, os quais, sendo patentemente superiores aos créditos de que os atletas são titulares".

A União de Leiria tem agendada, para a jornada 29 da Liga portuguesa de futebol, uma deslocação, este sábado (20.30) ao Estádio da Luz para defrontar o Benfica.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG