"Temos 1% de probabilidades de ganhar" no Dragão

Porfírio Amorim assume que vai apresentar uma postura "cautelosa" diante do tricampeão nacional, mas acredita no 1% de hipóteses que diz ter para a sua equipa seguir em frente na Taça.

O treinador do Trofense, Porfírio Amorim, disse nesta sexta-feira estar consciente de que encontrará "muitas dificuldades" no Dragão para defrontar o FC Porto, na terceira eliminatória da Taça de Portugal em futebol, prometendo apresentar sábado uma equipa "cautelosa".

"A maioria das pessoas, ao fazer apostas, diz que temos 1% de probabilidade de ganhar o jogo. Mas também sabemos que é a esse 1% que nos vamos agarrar", disse o treinador do Trofense, em antevisão à partida de sábado no terreno dos "azuis e brancos".

Porfírio Amorim adiantou que a estratégia que o Trofense vai adotar "não difere muito da maioria das equipas" que jogam no Dragão: "Porque quase todas elas se apresentam com uma postura cautelosa. Portanto o Trofense vai apresentar uma postura cautelosa com vista a poder surpreender o FC Porto", disse o técnico.

Questionado sobre se espera que o treinador portista, Paulo Fonseca, opere muitas alterações à equipa habitual, Porfírio Amorim disse acreditar que, no máximo, serão "duas ou três alterações" e reconheceu que, sejam feitas mudanças ou não, a equipa do FC Porto é sempre "extremamente forte".

"De qualquer das formas estamos a falar de uma equipa composta por grandes jogadores, quase todos internacionais A. Ou seja, entre a equipa principal do FC Porto e a equipa que se pode chamar de 'equipa sombra' não existe grande diferença nas internacionalizações. Portanto, seja quem for que jogue, o FC Porto é extremamente forte", completou Porfírio Amorim.

O Trofense, atual 22.º e último classificado da II Liga, vai defrontar sábado, pelas 19:00, os tricampeões nacionais e líderes da I Liga no estádio do Dragão, em encontro da terceira eliminatória da Taça de Portugal.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG