Sporting de Braga fora da Taça UEFA

O Sporting de Braga foi hoje vencido pelo Paris Saint-Germain, vendo interrompida a sua participação na Taça UEFA. Hoarau marcou o golo da derrota aos 81 minutos.

Um golo do "gigante" Guillaume Hoarau, sucessor de Pauleta no ataque do Paris Saint-Germain, acabou hoje com o sonho do Sporting de Braga em atingir os quartos-de-final da Taça UEFA em futebol.

Entrado aos 77 minutos, Hoarau beneficiou da cumplicidade do guarda-redes Eduardo, autor de uma saída suicida da baliza, que esteve na origem do único tento da eliminatória, aos 81, após o "nulo" do Parque dos Príncipes.

O espectacular trajecto do Sporting de Braga, que lhe valeu ser hoje presenteado com a Taça Intertoto, acabou, assim, abruptamente, quando o treinador Jorge Jesus já sonhava inclusive com a final de Istambul.

Com o adeus dos "arsenalistas", Portugal não terá representantes nos quartos-de-final da Taça UEFA, nos quais vão marcar presença duas equipas ucranianas, duas gauleses, duas alemãs, uma italiana e outra inglesa.

Além do PSG, a França já tinha desde quarta-feira um representante na fase seguinte, depois do empate a dois, após prolongamento, do Marselha, em Amesterdão: os holandeses repetiram o 2-1 nos 90 minutos, mas, aos 110, o internacional jamaicano Tyrone Mears qualificou o OM.

Pelo contrário, o Saint-Etienne caiu, também quarta-feira, perante o Werder Bremen, ao empatar 2-2 em casa, depois de perder por 1-0 na Alemanha. Com Hugo Almeida apenas nos últimos quatro minutos, os germânicos resolveram na primeira meia hora, com tentos do austríaco Sebastian Prödl (seis minutos) e do peruano Cláudio Pizarro (28).

Nos "quartos", estará outra equipa germânica, o Hamburgo: depois de empatar fora (1-1), o Galatasaray chegou a 2-0, com tentos do australiano Harry Kewell e do checo Milan Baros, mas, um "bis" do peruano José Paolo Guerrero (57 e 60 minutos) virou a eliminatória, que o croata Ivica Olic sentenciou (90).

Os representantes ucranianos são o Dínamo de Kiev, que perdeu fora com os compatriotas do Metalist Kharkiv por 3-2, após vencer em casa por 1-0, sendo salvo por um golo na própria baliza de Andriy Berezovchuk (79 minutos), e o Shakhtar Donetsk, ao vencer em casa o CSKA de Moscovo por 2-0, depois de ceder por 1-0 na capital russa.

Por seu lado, a Udinese caiu por 1-0 no reduto do Zenit, que apresentou Danny durante os 90 minutos, mas segurou o 2-0 caseiro, enquanto o Manchester City salvou-se nas grandes penalidades (4-2), na Dinamarca, onde, nos últimos cinco minutos do tempo regulamentar, o Aalborg igualou sensacionalmente a eliminatória.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG