Liga já teve sete mudanças de treinador

Com o despedimento de Ulisses Morais e a chegada de Costinha aos aveirenses, sobe para sete o número de 'chicotadas psicológicas' no nosso campeonato.

A chegada do antigo internacional português Costinha ao comando técnico do Beira-Mar consumou a sétima mudança de treinadores da edição de 2012/13 da I Liga.

No sábado, o Beira-Mar anunciou a dispensa de Ulisses Morais que, após um ano no comando técnico dos aveirenses, não resistiu aos maus resultados, que deixam a equipa em penúltimo lugar do campeonato, com 15 pontos, menos dois do que o Olhanense, 14.º classificado.

A derrota na receção ao bicampeão FC Porto, por 2-0, na sexta-feira, aumentou para sete o número de jogos consecutivos sem vencer e ditou o afastamento de Ulisses Morais.

Aos 38 anos, o ministro, como ficou conhecido, vai estrear-se como treinador do Beira-Mar, depois das duas experiências como diretor desportivo, no Sporting e nos suíços do Servette, e de uma carreira de jogador, na qual defendeu os emblemas de Oriental, Machico, Nacional, Mónaco (França), FC Porto, Dínamo Moscovo (Rússia), Atlético de Madrid (Espanha) e Atalanta (Itália).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG