Desportivo de Chaves chega à primeira final da história

Uma equipa da Liga de Honra vai à final da Taça de Portugal. O Desportivo de Chaves garantiu esta terça-feira o apuramento inédito para o jogo do Jamor, após vencer (1-2, após prolongamento) a 2.ª mão das meias-finais, em casa da Naval.

É o regresso de uma equipa de escalão secundário à final da Taça da Portugal, após a epopeia do Leixões (II B) em 2002.

Depois da vitória (1-0) na 1.ª mão, os flavienses tiveram de sofrer, na visita à Figueira da Foz... e chegaram ao fim dos 90 minutos a perder (1-0). O belo golo madrugador (15') de Fábio Júnior (de bicicleta) alimentou o sonho figueirense, mas os navalistas não conseguiram marcar mais, durante o tempo regulementar.

Com tudo empatado (1-1, na soma das duas mãos), seguiu-se o prolongamento. E, aí, o Chaves assumiu-se como tomba-gigantes. Já na segunda parte (109'), Edu aproveitou um desentendimento entre Camora e Peiser para fazer o 1-1. E, quando a Naval já lutava mais com o coração do que com a cabeça (em cima dos 120'), Edu bisou, de cabeça.

O surpreendente Chaves (que ainda luta pela manutenção na Liga de Honra: é 15.º) chega à final da Taça de Portugal pela primeira vez, nos seus 61 anos de história (foi fundado em 1949). Após terem ido à Taça UEFA (em 1987/88) e jogado na primeira divisão nacional (anos 80 e 90), os transmontanos estarão de regresso aos grandes palcos, no Estádio do Jamor, a 16 de Maio. O adversário será FC Porto ou Rio Ave (decidem amanhã a outra meia-final, para já com vantagem portista, por 3-1).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG