Costinha abandona comando técnico do Paços de Ferreira

Treinador não resistiu a mais uma derrota, em casa perante o V. Guimarães, e anunciou não ter mais condições para continuar

"Deixaram de existir condições para continuar. Durante a semana já tinha conversado com o presidente e infelizmente as coisas não correram pelo melhor", anunciou Costinha, na sala de imprensa, após a derrota caseira perante o V. Guimarães (1-3), no fecho da 8.ª jornada, que deixa o clube pacense no último lugar.

O técnico apresentou o pedido de demissão, que foi aceite pelo presidente Carlos Barbosa, pondo assim fim a um período conturbado de Costinha como responsável técnico. Nos últimos tempos, recorde-se, a contestação dos adeptos era cada vez mais forte, o que levou até o ex-internacional português a queixar-se de perseguição devido aos fatos de marca que veste e ao Porsche que conduz.

Ao fim de oito jornadas, com apenas uma vitória e um empate, Costinha abandona a capital do móvel e deixa a equipa como lanterna vermelha, com 4 pontos. Também na Europa, depois do afastamento no play-off da Champions frente ao Zenit, o Paços de Ferreira tem realizado uma má campanha na Liga Europa, estando em último lugar no grupo E, com um ponto em três jornadas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG