Cidade desportiva e TV são promessas de Salvador

António Salvador entregou a lista de recandidatura à presidência do Sporting de Braga, que inclui o eurodeputado José Manuel Fernandes para liderar a mesa da assembleia-geral e o antigo presidente Fernando Oliveira para o conselho geral.

Sob o lema "o Sporting de Braga não pode parar", António Salvador elege como pontos estratégicos do programa para o próximo triénio o arranque da "Cidade Desportiva", "absolutamente fundamental para o clube e para a região do Minho", e, já em 2014, a criação da "SC Braga TV".

Considerando "vitais" os próximos três anos para "a continuidade, desenvolvimento e crescimento" do clube, António Salvador quer "manter o nível de ambição do projeto desportivo, com a luta permanente por títulos e pelos lugares cimeiros", sendo a presença assídua na Liga dos Campeões um objetivo claramente assumido.

Quer ainda ultrapassar os 40 mil sócios (cerca de 31 mil atualmente, 12 mil em 2003, quando chegou).

O núcleo duro mantém-se, com Manuel Rodrigues, Gaspar Barbosa Borges, Hernâni Portovedo, Paulo Resende (também administradores da SAD no anterior triénio) e Manuel da Silva Costa como vice-presidentes, a que se juntarão mais três: Mário Pereira, Fernando Parente e Fernando Araújo.

Para a presidência da mesa da assembleia-geral é proposto o nome de José Manuel Fernandes (eurodeputado do PSD) e para a do conselho geral (CG), órgão consultivo, o de Fernando Oliveira, antigo presidente do clube na década de 90 do século passado.

Gaspar Vieira de Castro continuará na presidência do conselho fiscal.

Nota ainda para as saídas de José Mendes (AG) e de Mesquita Machado (CG).

Depois de, num primeiro momento, ter anunciado que não voltaria a candidatar-se, António Salvador mudou de intenção e diz ser agora "com grande espírito de missão" que volta a avançar.

"Estarei sempre disponível para servir e defender os interesses do nosso querido clube", pode ler-se na nota enviada à comunicação social pela candidatura.

As eleições no Sp. Braga estão marcadas para 13 de dezembro e existem dois candidatos: António Salvador, 42 anos, presidente há 10 anos, e Nuno Carvalho, empresário de 37 anos que se candidata pela primeira vez.

Notando que o Braga é hoje "um clube apetecível", Salvador deixa o aviso: "Não podemos deixar que o futuro seja hipotecado por meras aventuras de quem está ligado a um passado pouco condizente com o progresso registado nos últimos anos. O Sp. Braga não pode voltar atrás".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG