Wenger 'aprova' punição imposta pela FIFA ao Barça

O treinador do Arsenal, Arsène Wenger, mostrou-se esta sexta-feira satisfeito com a sanção aplicada pela FIFA ao Barcelona, já que segundo o francês os catalães "não respeitaram as regras".

"A regra é muito simples, não podes contratar jogadores menores de 16 anos a não ser que os pais deles se mudem por motivos profissionais", atirou o técnico dos "gunners", em conferência de imprensa, ele que é conhecido por apostar na contratação de jovens jogadores.

A FIFA proibiu na quarta-feira o Barcelona de fazer contratações na próxima época, já que segundo o Regulamento do Estatuto e Transferência de Jogadores do organismo que rege o futebol internacional (TMS), as aquisições internacionais só são permitidas quando os jogadores alcançam os 18 anos (ainda que hajam três excepções).

No caso dos "blaugrana", o sanção advém da contratação de jogadores comunitários europeus menores de 16 anos e de extra-comunitários menores de 18, numa investigação realizada entre 2009 e 2013.

Para o treinador do Arsenal, existirá sempre discussão em redor deste tema, já que é difícil saber se a família do jovem atleta se muda para outro país devido a motivos profissionais ou não, isto porque "há mais dinheiro em jogo", e os pais "estarão tentados a dar aos seus filhos uma oportunidade de ter uma boa carreira profissional".

Por estas situações, Wenger considera que urge mudar as atuais normas da FIFA, já que nos dias de hoje "há mais competência para conseguir jogadores jovens".

"Não é correto que os menores de 16 anos se mudem sem os seus pais. Se há que mudar as regras para permitir aos jovens mudarem-se com os seus pais se o clube der condições aos parentes? O melhor que há a fazer é isso, porque é o que acontece", afiançou o francês de 64 anos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG