Romário multado por fuga aos impostos

Pagamento de uma multa de 391 mil reais (cerca de 150 mil euros) e cumprimento de dois anos e meio de trabalho comunitário. É este o preço que Romário, antigo futebolista brasileiro, vai ter de pagar, por ter fugido aos impostos em 1996.

Romário tinha regressado à ribalta recentemente, por ter vivido um curto regresso aos relvados, ao serviço do América (II divisão). Agora volta aos holofotes da fama... pelos piores motivos. Em 1996, quando jogava no Flamengo, o jogador não declarou salários, prémios de jogo, direitos de imagem e outras gratificações recebidas. Por isso recebeu a multa de 391 mil reais e a obrigação de cumprir dois anos e meio de trabalho comunitário.

Esta decisão judicial surge já depois de Romário ter recorrido. Na primeira sentença, o antigo astro brasileiro tinha sido condenado a pagar um milhão de reais (390 mil euros) e cumprir três anos e meio de prisão. Embora a decisão desta quinta-feira seja bastante mais favorável, Romário pode voltar a recorrer.

Também hoje, o antigo jogador, agora dirigente do América, anunciou que não vai marcar presença no jogo de despedida de Danrlei, guarda-redes do Grêmio (jogou no Beira-Mar em 2006).

Mais Notícias