Paulo Machado: "Ridículo exemplo de medievalismo"

O médio Paulo Machado, do Olympiacos, considerou como "ridículo exemplo de medievalismo" os incidentes no jogo com o PAOK, da meia-final da Taça da Grécia, em declarações divulgadas no seu perfil do Facebook.

A partida de quarta-feira, que terminou com a vitória dos anfitriões, por 1-0, o que ditou a eliminação da final da prova, foi interrompida cerca de uma hora devido aos incidentes provocados pelos adeptos do PAOK (dos defesas lusos Míguel Vítor e do ex-portista Lino), que chegaram a lançar vários quilos de sardinha pequena sobre o banco dos visitantes.

"O que aconteceu ontem [quarta-feira] foi um ridículo exemplo de medievalismo e falta de respeito pelo futebol", escreveu o internacional luso, que acrescentou: "Um ato covarde de pessoas que deviam ser expulsas do desporto".

Paulo Machado agradeceu aos adeptos que esperaram a equipa no aeroporto e, "especialmente, ao presidente do clube, que voltou a demonstrar o caráter de um verdadeiro líder".

A final da Taça da Grécia vai ser disputada, a 26 de abril, entre o PAOK e o Panathinaikos, que eliminou o OFI Creta, treinado por Sá Pinto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG