Olympiacos festeja o "tetra" com dois portugueses

O Olympiacos, dos portugueses Paulo Machado e Pelé, sagrou-se este sábado tetracampeão da Grécia, após derrotar o Panthrakikos por 2-0, em jogo da 29.ª jornada do campeonato.

Quando ainda faltam disputar cinco jogos para o termo do campeonato grego, o Olympiacos vence mais uma vez o campeonato daquele país, naquela que é a quarta conquista consecutiva do clube, a nona nos últimos dez anos.

Para ser campeã já neste sábado, a equipa de Paulo Machado (celebra o segundo título) e Pelé (chegou a Atenas no mercado de inverno) precisava de vencer o seu jogo, em casa, frente ao Panthrakikos Komotini, e que o segundo classificado, o Atromitos, não vencesse a respetiva partida.

Tudo se conjugou da melhor forma para a equipa orientada pelo espanhol Michel, que, já depois de saber do empate do Atromitos (1-1 em casa do Veria), adiantou-se à passagem do minuto 35, fruto de um golo do paraguaio Nelson Valdez. David Fuster fechou a contagem já depois dos 90', na conversão de uma grande penalidade. Paulo Machado foi suplente utilizado, entrando aos 72 minutos na partida, que foi disputada à porta fechada. Porém, a festa dos adeptos já se espalhou por Atenas.

O Olympiacos junta mais um título ao seu palmarés, este que é o 41.º campeonato da sua história, um recorde na Grécia, já que o segundo clube com mais campeonatos conquistados (20) é o Panathinaikos.

Esta pode, de resto, ser uma época de ouro para o Olympiacos, que ao campeonato poderá ainda juntar a Taça da Grécia (encontra nas meias-finais o PAOK de Miguel Vítor) e, numa hipótese mais do que remota, a Liga dos Campeões, em que está em boa posição para eliminar o Man. United nos "oitavos", depois de ter vencido por 2-0 na primeira mão.

Para além de Pelé e Paulo Machado, o clube grego ainda conta com o argentino Javier Saviola e o espanhol Roberto, dois ex-jogadores do Benfica, no plantel.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG