Di Maria marca no regresso de Cruijff aos bancos (fotos)

Treinador holandês festejou vitória (4-2) sobre a selecção de Maradona

A figura da noite foi Johan Cruijff, inevitavelmente. Treze anos depois de sair do Barcelona, o "mestre" holandês voltou a dirigir uma equipa. Neste caso, uma selecção. A da Catalunha, evidentemente, onde Cruijff é um deus. E o holandês não pedeu o jeito. A selecção autonómica ganhou à Argentina de Maradona (castigado pela FIFA, esteve na bancada) por 4-2. O benfiquista Di Maria marcou um golo, o seu primeiro pela selecção argentina.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG