Árbitros espanhóis apresentam queixa contra Di María

O extremo argentino insinuou que alguns erros de arbitragem eram premeditados. Os homens do apito não gostaram e consideram que a sua honra foi posta em causa.

"Há falhas nas arbitragens que não são erros, não estão a apitar mal." Foi esta a frase de Ángel Di María, jogador do Real Madrid, que desencadeou a reação do Comité Técnico de Árbitros (CTE), que remeteu as declarações do argentino para o seu departamento jurídico. Este, por sua vez, decidiu emitir um documento de protesto ao Comité de Competição da liga espanhola contra a insinuação.

O pedido de análise, que alega que a honra e o bom nome dos árbitros foram postos em causa, deverá resultar num castigo ao antigo jogador do Benfica, até porque a fundamentar a solicitação está uma compilação com aquilo que o argentino disse e que foi publicado nos mais diversos órgãos de comunicação social do país vizinho.

Segundo os procedimentos habituais, o Comité de Competição vai colocar agora a bola do lado do Real Madrid, a quem será dada permissão para fazer as alegações que entender em defesa do seu atleta.

No entanto, o cenário mais provável, tal como sucedeu noutros casos, é que seja redigida uma proposta que vise sancionar pecuniariamente Di María pelas declarações consideradas injuriosas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG