Ancelotti diz que Ronaldo vai jogar, Pepe quase "KO"

O técnico do Real Madrid revelou nesta terça-feira que Cristiano Ronaldo vai estar em condições para jogar a final da Liga dos Campeões de futebol, ao contrário de Pepe, que estará em dúvida até sábado.

"Ronaldo não treinou porque fez trabalho específico e não precisou de sair para o relvado. Optámos por fazer esse tipo de trabalho. Vai jogar a final assim como o Bale", anunciou o italiano Carlo Ancelotti em conferência de imprensa, no dia aberto à imprensa do Real Madrid.

O internacional português tem vivido alguns problemas musculares neste final da temporada e a sua disponibilidade para o encontro decisivo no Estádio da Luz, em Lisboa, tem sido um dos temas mais "quentes" quando faltam apenas quatro dias para o duelo com o Atlético Madrid.

Mais difícil está a vida de Pepe. O central luso-brasileiro está afastado dos relvados há duas semanas, também devido a questões musculares, e esta terça-feira voltou a ser umas das ausências no treino dos "merengues".

"Não sou pessimista, sou realista. Se a final fosse hoje, tanto Pepe como Benzema não poderiam jogar. Mas ainda faltam alguns dias e vamos ver o que acontece", referiu Ancelotti, acrescentado que o jovem central francês Varane será escolhido para render o internacional luso, caso se confirme a sua indisponibilidade.

Em dúvida, mas por opção técnica, estará também Fábio Coentrão, que discute um lugar no lado esquerdo da defesa com o brasileiro Marcelo.

"O Fábio tem jogado bem, mas o Marcelo, desde que regressou de lesão, também esteve em bom nível. Vamos ver. Os dois têm possibilidade de jogar", disse o italiano.

Com quatro Taças dos Campeões no currículo, duas como jogador, duas como treinador, mas todas com o AC Milan, aos 56 anos, Ancelotti confessou ser um "homem feliz" por estar perto de disputar a sétima final da sua vida.

"Tenho muito orgulho em estar nesta final com o Real Madrid. Não sinto pressão, sinto felicidade por viver este momento. As outras equipas vão ver o jogo pela televisão, nós vamos ter a felicidade que poder jogá-la", lembrou.

Para bater o Atlético Madrid, uma equipa "muito solida e que trabalha muito bem em bloco", os "merengues" vão ter que se manter "unidos em campo".

"As duas equipas conhecem-se muito bem. Como todas as finais, vai ser um jogo equilibrado. Não imagino a partida de outra forma. Quem tiver mais coragem e mais personalidade vai ganhar", anteviu Ancelotti.

A final da Liga dos Campeões está agendada para sábado, no Estádio da Luz, a partir das 19:45.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG