Frederico Morais recebe 'wild card' para etapa do Mundial

Português vai competir com os melhores do mundo no Meo Rip Curl Pro, em Peniche, de 18 a 29 de outubro

O português Frederico Morais vai disputar a etapa portuguesa do circuito mundial de surf, pela terceira vez, graças ao 'wild card' atribuído pelo patrocinador principal da prova penicheira, entre 18 e 29 de outubro.

Morais, de 24 anos e atual 32.º do 'ranking' de qualificação, volta a Peniche, onde chegou aos quartos de final em 2015, quando foi eliminado pelo norte-americano Brett Simpson, e à terceira ronda em 2013, 'caindo' perante o sul-africano Jordy Smith, depois de ter eliminado o histórico Kelly Slater na repescagem.

'Kikas' é o primeiro representante luso no alinhamento do Meo Rip Curl Pro, 10.ª e penúltima etapa do circuito, um ano depois de Vasco Ribeiro ter conseguido o melhor desempenho de um surfista nacional na prova, com o terceiro lugar, quando perdeu nas meias-finais perante o brasileiro Ítalo Ferreira.

Em comunicado, a Meo justifica o convite a Frederico Morais com o estatuto de português mais bem classificado no 'ranking' de qualificação, apesar da eliminação na segunda ronda do Billabong Pro Cascais, que ainda decorre.

O período de espera do Meo Rip Curl Pro vai ocorrer entre 18 e 29 de outubro, na praia de Supertubos, em Peniche, depois de a elite do surf mundial disputar o Quiksilver Pro France, entre 04 e 15 de outubro.

Morais e Ribeiro protagonizaram os melhores resultados lusos em Peniche, uma vez que Tiago Pires, nas suas seis presenças, foi eliminado cinco vezes na segunda ronda e uma na primeira, em 2009.

Marlon Lipke e Francisco Alves foram afastados duas vezes na segunda ronda, em 2009 e 2010 e 2011 e 2013, respetivamente, enquanto Nic von Rupp também foi eliminado na repescagem em 2014.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG