FIFA planeia Super Mundial de Clubes para 2021

Entidade que tutela o futebol mundial quer terminar Mundial de Clubes e Taça das Confederações, e introduzir uma nova prova de clubes. Benfica e FC Porto teriam acesso a vaga se fosse em 2018

De acordo com a Marca, a FIFA está empenhada em planear um Super Mundial de Clubes para 2021, em substituição da Taça das Confederações, que assim terminaria, e de forma a aproveitar o vazio competitivo do verão desse ano.

Ainda que com muito por definir, a ideia passa por criar um torneio de 24 equipas para coroar o melhor clube do planeta a cada quatro anos, A UEFA (Europa) estaria representada por 12 clubes, a CONMEBOL (América do Sul) por cinco, CAF (África), AFC (Ásia), CONCACAF (América do Norte) por dois cada e OFC (Oceania) por apenas um.

No caso europeu, as doze vagas seriam ocupadas pelos quatro últimos vencedores da Liga dos Campeões, os quatro derradeiros finalistas e as restantes quatro pelas equipas com melhor coeficiente, o que possibilitaria a Benfica e FC Porto estarem presentes, caso a competição se realizasse em 2018. Real Madrid, Barcelona, Atlético Madrid, Juventus, Atlético Madrid, Juventus, Bayern Munique, PSG, Sevilha, Manchester City, Borussia Dortmund e Arsenal seriam os restantes representantes do velho continente.

A prova seria disputada num sistema de oito grupos de três equipas, com os melhores de cada agrupamento a passarem aos quartos de final, o que faria com que os finalistas disputassem cinco partidas durante a competição.

O país anfitrião seria o organizador do Campeonato do Mundo do ano seguinte. Contudo, uma vez que será impossível realizar o torneio no Catar durante o verão, devido às elevadas temperaturas, a edição inaugural poderá ser desviada para outra latitude, com a China a surgir como destino ideal.

Mais Notícias