Fernando Gomes: "Em nenhum outro país existe algo assim"

Presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) participou esta terça-feira na Conferência Violência no Desporto, na Assembleia da República, e repudiou o clima de crispação em que o futebol português está mergulhado

"Incentivamos os clubes a endurecer as penas para quem coloca em causa a seriedade dos árbitros. Em Portugal, a análise da arbitragem tomou o centro do discurso, retirando protagonismo a treinadores e jogadores. Em nenhum outro país existe algo assim. É absurdo e destrói o valor do produto. Que adeptos de futebol estamos a criar em Portugal?", atirou o presidente da FPF, Fernando Gomes, durante a sua intervenção na conferência.

O líder federativo falou também de incidentes com adeptos, e apresentou números. "Em outubro registámos o crescimento do número de incidentes. Todos aqui concordamos que isto não pode continuar: temos de inverter esta tendência. É fundamental a existência de uma entidade autónoma no âmbito do Governo que tenha os meios e a capacidade de gerir tudo o que diga respeito à violência", frisou.

O tema da arbitragem também foi abordado por Fernando Gomes. "Em Portugal temos um problema grave de apreciação do trabalho de arbitragem. É inaceitável que agentes desportivos contribuam para a destruição da figura do árbitro", afirmou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG