Há uma coisa que Sérgio Conceição não entende

Treinador recusa pressão acrescida e diz não perceber por que razão os azuis e brancos são culpados de fazer uma boa pré-época. Rafa e Layún não defrontam o Estoril, Soares recuperou e vai a jogo

Sérgio Conceição igual a si próprio. Aguerrido, assertivo e forte no vocabulário. E na conferência de antevisão do primeiro jogo oficial dos dragões na presente temporada, o técnico começou por recusar pressão só porque o vice-campeão fez uma óbvia pré-época.

"Somos culpados de fazer uma boa pré-época? Não entendo. Dizem que 'o primeiro milho é para os pardais'. Quem é que tem culpa de mostrar uma equipa competitiva? Parece que é um pecado. A panela de pressão está em casa. A pressão é sempre positiva. Temos de demonstrar trabalho e competência. Os jogadores sentem pressão diariamente, os resultados da pré-época não colocam mais ou menos pressão. Fico muito satisfeito por os adeptos estarem entusiasmados e a acreditar no que a equipa pode fazer", referiu o técnico antes de recusar cenários "hipotéticos" quando confrontado com as possíveis saídas de de Marcano e Danilo.

Até por isso criticou o facto de os clubes poderem contratar até 31 de agosto: "Não concordo com o facto de o mercado ainda estar aberto. É mau para toda a gente; jogadores, clubes e treinadores. Recuso-me falar do mercado de transferências porque temos um jogo importante amanhã."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG