Gonçalo Paciência "deu o clique e já está preparado"

Filipe Gouveia treinou o avançado na Académica, em 2015-16, e vê grande evolução no jovem que agora volta ao Dragão

A viver a sua época de afirmação no futebol português, Gonçalo Paciência regressa ao FC Porto, após meia temporada de um empréstimo bem-sucedido ao Vitória de Setúbal. O ponta-de-lança merece agora a confiança de Sérgio Conceição para reforçar o ataque do dragão ao título e quem o conhece diz que esta opção veio na altura certa. Filipe Gouveia, que o treinou na Académica em 2015-16, acredita mesmo que o jovem de 23 anos tem qualidades para lutar já por um lugar no onze.

"O Gonçalo tem todas as condições para ser um jogador de eleição e titular do FC Porto. Faltava-lhe apanhar um treinador que lhe desse oportunidades num clube como o FC Porto e provavelmente agora tem", disse Filipe Gouveia ao DN, salientando a evolução do avançado desde que passou pelas suas mãos.

"Vinha com vícios próprios da formação, faltava-lhe algum espírito de sacrifício, jogar mais para o coletivo e também nas ajudas ao setor defensivo. Agora vejo-o com mais compromisso para com a equipa. Evoluiu bastante nesse aspeto, deu o clique para o patamar acima e já está preparado para ter sucesso no FC Porto, onde poderá fazer a diferença", considerou o treinador.

Depois do destaque no Vitória de Setúbal, onde apontou 11 golos em 25 partidas, e já depois de ter sido chamado por Fernando Santos para um particular da seleção portuguesa nesta época, Gonçalo Paciência regressa à Invicta também com esperanças de poder aspirar ao Mundial na Rússia.

"Se for titular no FC Porto a seleção fica mais perto, isso é uma certeza. Pelo que li, o Soares pode estar de saída e depois o FC Porto ficará apenas com Aboubakar e Marega, juntando-se o Gonçalo. Com muitos jogos pela frente, tanto no campeonato como na Champions e na Taça de Portugal, o Gonçalo tem uma grande oportunidade para agarrar um lugar", concluiu Gouveia.

Já Sérgio Conceição salientou ontem que Gonçalo Paciência está de volta ao Dragão por tudo o que fez nesta primeira metade da temporada e não só pelo golo ao Sporting na final da Taça da Liga.

"O Gonçalo não regressa pela prestação na meia-final e na final da Taça CTT ou pelo golo marcado ao Sporting. Anda a ser seguido com regularidade, conheço o Gonçalo desde a formação e sei da qualidade que tem. Tem que ver com a evolução dele, com a capacidade e qualidade evidenciadas e depois tem características um pouco diferentes dos outros avançados que temos no plantel", referiu o treinador, não querendo confirmar se o brasileiro Soares estará de saída (tem proposta da China) ou não devido ao comportamento incorreto manifestado na substituição frente ao Sporting, para a Taça da Liga - apesar de o avançado já ter pedido desculpa publicamente nas redes sociais.

"Não gosto muito de pedidos de desculpa públicos. Não sou adepto disso. Houve um problema, um problema de que não gostei. Mais do que publicamente, o pedido de desculpas tem de ser ser no balneário. A porta está entreaberta. Cabe ao Tiquinho saber se quer entrar ou ficar da parte de fora", referiu o treinador, lançando a partida desta noite (21.00, Sport TV1), ante o Moreirense: "Estamos conscientes das dificuldades que vamos ter e daquilo que queremos como equipa: assumir a responsabilidade de ter de ganhar o jogo e da importância dos três pontos na nossa caminhada."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG