Taça (0-6): Meia dúzia dá qualificação ao FC Porto

Mesmo com várias mexidas no onze, o líder do campeonato não teve qualquer problema em golear o Lusitano de Évora no Restelo. Dragões seguem para a quarta eliminatória

O FC Porto não teve muitos problemas em superiorizar-se ao modesto Lusitano de Évora.

Ao intervalo os dragões venciam por 2-0, graças a dois golos de Aboubakar no espaço de um minuto, entre os 20' e os 21'. O Lusitano resistiu enquanto pôde ao sufoco inicial dos portistas e até tentou chegar à baliza de José Sá, tendo ficado perto de reduzir no último lance da primeira parte, com um cabeceamento de Miguel Rosado ao lado.

A superioridade portista foi no entanto evidente face à equipa que atualmente compete nos distritais de Évora, com a equipa de Sérgio Conceição a não facilitar na abordagem. Só abrandou ligeiramente o ritmo depois dos golos de Aboubakar.

Para o segundo tempo Brahimi já não voltou, depois saiu Aboubakar e um pouco mais tarde Marcano, que teve a oportunidade de fazer o 0-3 na sequência de um canto.

Os jovens Galeno, Luizão e Jorge Fernandes estrearam-se e o primeiro até faturou, contudo, o lance mais marcante foi um falhanço monumental depois de fintar o guarda-redes Nuno Laurentino.

Otávio e Hernâni compuseram o marcador, com o português a marcar quase no último lance do jogo com um remate acrobático que deixou o banco portista a festejar com muitos sorrisos à mistura.

A atitude séria e empenhada do FC Porto, aliada à qualidade, não deu qualquer possibilidade ao Lusitano que, mesmo assim, podia ter feito o golo de honra por Ricardo Bernardo na transformação de um livre em que José Sá pareceu batido.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG