Alemanha desaconselha ida de adeptos a Londres devido à pandemia

"Do ponto de vista epidemiológico não me parece uma boa ideia [viajar para Inglaterra]", considerou o presidente da Comissão Permanente de Vacinação da Alemanha.

As autoridades alemãs insistem na recomendação aos seus adeptos para que não se desloquem a Londres para o jogo dos oitavos de final do Euro2020 frente a Inglaterra, na terça-feira, devido à variante Delta do novo coronavírus.

"Do ponto de vista epidemiológico não me parece uma boa ideia [viajar para Inglaterra]", afirmou o presidente da Comissão Permanente de Vacinação, Thomas Mertens, em declarações ao jornal Schwabische Zeitun.

Na tomada de posição, o responsável não deixou também de criticar a autorização para um aumento de adeptos nas meias-finais e final no Estádio de Wembley, em Londres, após o governo britânico dar 'luz verde' para cerca de 60 000 adeptos.

A ida de adeptos alemães ao jogo dos oitavos de final, agendado para terça-feira, pode pressupor ainda assim, algumas restrições, embora também se admitam exceções.

Na regras em vigor, é necessário um teste PCR negativo antes da viagem e cinco dias de quarentena já em Londres, durante os quais os adeptos devem apresentar mais dois testes negativos.

O Euro2020, competição em que Portugal defende o título, foi adiado para este ano devido à pandemia de covid-19 e decorre até 11 de julho, em 11 cidades de 11 países diferentes.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3 884 538 vítimas mortais em todo o mundo, resultantes de mais de 179 milhões de casos de infeção diagnosticados oficialmente, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG