Duelo com Nadal é muito mais do que um jogo para João Sousa

Português eliminou Jack Sock e igualou feito de Frederico Gil , que em 2011 chegou aos quartos-de-final do Masters 1000 Monte Carlo. Vimaranense vai entrar no top 30 para a semana.

João Sousa tem encontro para a história marcado com Rafa Nadal. O duelo de hoje (não antes das 15.00, Sport TV), em Madrid, com o amigo e parceiro de treino é muito mais do que um jogo de ténis para o português. Em caso de vitória, o atual número 35.º do ranking mundial passa a ser o único português a conseguir chegar às meias finais de um Masters 1000.

O triunfo de ontem, frente a o norte-americano Jack Sock, permitiu-lhe igualar o feito de Frederico Gil, que, em 2011 chegou aos quartos-de-final do torneio de Monte Carlo (sendo depois eliminado por Murray). Além disso, Sousa garantiu o melhor ranking de sempre, com a entrada assegurada no top-30, consolidando a melhor classificação de sempre de um português e superando o máximo pessoal (33.º ).

"Agora segue-se o melhor da história em terra batida (Nadal). Conheço-o muito bem, já tive oportunidade de treinar com ele e de privar muito com ele. O importante é descansar, desfrutar um bocadinho da vitória e depois preparar esse encontro da melhor maneira. Acho que o importante é estar bem fisicamente para tentar jogar ao nível a que tenho vindo a jogar", anteviu o português sobre o jogo de hoje (nunca antes das 15.00).

E levou o "troco" do atual n.º5 ATP, que venceu Sam Querrey, por 6-4 e 6-2: "Ele (Sousa) é um grande jogador. Nós conhecemo-nos muito bem. Treinámos juntos em dezembro. Quando ele está em rondas mais avançadas dos torneios é muito perigoso. Teve uma excelente vitória contra o Jack Sock, vai estar preparado para o encontro e vai estar confiante. Espero estar pronto para jogar um bom encontro."

Os dois tenistas partilham o amor ao Real Madrid e a amizade com Cristiano Ronaldo. Na terça-feira, depois de passarem os oitavos de final no Masters, foram ao Santiago Bernabéu ver o jogo dos merengues com o City, na Liga dos Campeões. E não será de admirar que CR7 retribua a visita hoje, tal como o fez ontem Toni Kroos, que assistiu ao jogo do tenista nacional. Ronaldo, "O Fenónemo", e Kyrgios (antes de eliminar Pablo Cuevas por 7-6, 4-6 e 6-3) também viram.

Um jogo e muitos treinos juntos

Nadal e Sousa já se defrontaram uma vez, com o maiorquino a levar a melhor ( 6-1 e 6-0) nos quartos de final do torneio ATP 500 do Rio de Janeiro, em 2014.Um dos muitos torneios onde treinaram juntos. Esta época até se prepararam em co njunto, tendo o vimaranense recebido indicações do preparador físico Rafa Maymo e da nutricionista Gemma Bes. Aliás, o técnico de Sousa, Frederico Marques, tem contado com a ajuda de Bes para lidar com a ansiedade do tenista antes dos jogos, por exemplo: "Se está ansioso, digo para comer algas e tâmaras. O Rafa come imensas, aumenta a resistência, tal como bebemos as mesmas bebidas caseiras de limão, sal, açúcar mascavado."

E como é treinar com um dos melhores jogadores da história do ténis, que tem 14 títulos de Grand Slam, nove dos quais em Roland Garros? "Muito intenso. Treinamos duas sessões por dia, cada uma delas de cerca de três horas, e cada uma foi um pouco diferente. Na manhã, treinamos controlo de bola, subidas à rede e vóleis. Depois o saque, seguido do ataque na segunda bola. Todos esses ingredientes são típicos de tenistas que jogam de forma agressiva", respondeu Sousa, na altura (dezembro).

Igualou Gil e entra no top 30

Ontem, com cinco pontos de break salvos no primeiro jogo do encontro, João Sousa fechou com sucesso o primeiro parcial (6-1) frente ao número 26 do ranking mundial. No segundo, o vimaranense parecia novamente bem encaminhado para resolver o assunto, mas Sock cresceu a jogar com o court fechado devido à chuva e venceu no tie break (7-6). No terceiro parcial, Sousa revelou-se mais fresco e forte, conseguindo uma das vitórias mais importantes da carreira.

Os triunfos sobre Nicolas Mahut, Granollers e Jack Sock garantem-lhe a presença nos quartos de final de um torneio ATP Masters 1000 pela primeira vez na carreira, igualando o feito de Frederico Gil em 2011, no Masters de Monte Carlo.Para superar o compatriota tem de vencer hoje Nadal ... e talvez marcar encontro com Djokovic, que ontem venceu Bautista (6-2 e 6-1) e hoje vai jogar com Raonic - este eliminou Tsonga, com um duplo 6-4.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG