Domenech: "Zidane não é um bom tipo"

Ex-selecionador francês crítico numa entrevista ao jornal Le Monde

Raymond Domenech, ex-selecionador francês, referiu ontem numa entrevista ao jornal francês Le Monde que Zinedine Zidane "não é um bom tipo" e que "é capaz de qualquer coisa". O treinador gaulês considera que Zizou até poderá ter "êxito" como treinador do Real Madrid, pois na sua opinião o papel dos técnicos hoje em dia estão reduzidos - "em 2016 para se ser treinador só são precisas duas coisas: ter imagem e ser eficaz no tratamento com os jogadores". Mas mostrou-se curioso em saber como irá lidar numa situação em que "um jovem deite todos os seus planos a perder".

"O Zidane tem esse elemento misterioso que rodeia as estrelas. Pode despertar emoções nas pessoas, mas não só positivas. Não é uma estrela sem problemas. Não é um bom tipo, é capaz de qualquer coisa", afirmou Domenech em entrevista ao Le Monde.

A passagem de Zidane a treinador principal do Real Madrid (substituiu no cargo a Rafa Benítez) não é consensual, pois já esta semana o treinador alemão Ottmar Hitzfeld considerou se tinha mostrado bastante crítico: "Zidane não provou nada como treinador e agora tem a cargo as maiores estrelas do mundo. É uma tarefa incrivelmente difícil, mas desejo-lhe o melhor. Para ele é como ganhar o jackpot da lotaria. É uma loucura."

Um desejo chamado Hazard

De acordo com o jornal Marca, o papel de Zidane em Madrid irá muito além do cargo de treinador, comparando mesmo as funções do francês às de José Mourinho nos tempos em que orientou a equipa. Além de técnico da equipa principal, o antigo jogador francês será um dos principais assessores desportivos do presidente Florentino Pérez, com voz ativa na constituição da equipa em termos de dispensas e contratações a realizar.

Um dos maiores de desejo de Zidane para a próxima época é Eden Hazard, jogador do Chelsea. De acordo com a imprensa espanhola, o francês já comunicou a Florentino Pérez que o quer na equipa na próxima temporada. Aliás, Zizou já terá indicado o internacional belga em duas ocasiões - a primeira em 2011 e a outra no ano a seguir, quando Hazard já estava em negociações com o Chelsea.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG