Diogo Jota apresentado no Atlético: "Não tenho medo de nada"

O diretor desportivo do Atlético considera que a permanência do jogador no plantel principal depende do seu desempenho nos treinos e da opinião de Diego Simeone

O jovem futebolista português Diogo Jota foi esta quinta-feira apresentado aos adeptos do Atlético de Madrid, manifestando-se "orgulhoso" por estar neste "grande clube" espanhol, ao qual chegou proveniente do Paços de Ferreira.

"Não tenho medo de nada, apenas vou dar o meu melhor nesta pré-temporada e depois logo se vê o que vai acontecer", disse Diogo Jota, quando questionado sobre se receava ser emprestado a outro clube menos importante neste primeiro ano de contrato.

Diogo Jota, de 19 anos, enalteceu a importância dos conselhos de Tiago, agora seu companheiro de equipa no Atlético de Madrid: "foi um apoio fundamental, principalmente nos primeiros treinos".

"O conselho que [Tiago] me deu foi simplesmente ouvir e tentar executar da melhor maneira" possível, declarou Diogo Jota.

O português foi apresentado aos jornalistas e adeptos ao lado de Rafael Santos Borré, também um jovem acabado de chegar do Desportivo Cali, na Colômbia.

O presidente do Atlético de Madrid, Enrique Cerezo, está convencido de que os dois jovens têm "um futuro promissor" e explicou que "têm os requisitos" de "qualidade, talento, entrega e capacidade de evoluir" no Atlético de Madrid.

O diretor desportivo dos colchoneros, José Luís Pérez Caminero, disse há alguns dias que a permanência de Diogo Jota no plantel principal do Atlético do Madrid vai depender do seu desempenho nos treinos e da opinião do treinador Diego Simeone, podendo ficar ou ser cedido a outro clube.

Diogo Jota, que é agenciado por Jorge Mendes, assinou contrato com o Atlético de Madrid, equipa espanhola que venceu a concorrência de vários outros clubes estrangeiros e portugueses, incluindo o tricampeão Benfica.

Em 2015/16, Diogo Jota assinou 14 golos e 10 assistências nos 31 jogos que disputou pelo Paços de Ferreira, totalizando 47 encontros ao serviço dos pacenses e 18 golos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG