Diego Costa lamenta que o Chelsea o trate como "um criminoso"

O avançado confirmou intenção de regressar ao Atlético de Madrid durante o mês de agosto

O futebolista internacional espanhol Diego Costa lamentou que o Chelsea o esteja a tratar como "um criminoso" e revelou que pretende regressar ao Atlético de Madrid ainda durante o mês de agosto, em entrevista ao diário britânico Daily Mail.

"Deram-me uma semana suplementar de férias, mas depois as multas sucederam-se. Querem-me para treinar com a segunda equipa e isso não faço. Não sou um criminoso. Depois de tudo o que fiz, não penso que seja justo ser tratado desta forma", disse o avançado, de 28 anos, que continua no Brasil, seu país natal.

Diego Costa, autor de 20 golos na época passada, na campanha que permitiu ao Chelsea sagrar-se campeão inglês, revelou que "se passaram algumas coisas com o treinador", o italiano Antonio Conte, e espera agora que o clube londrino autorize a sua saída.

"O meu desejo é regressar ao Atlético de Madrid. Já rejeitei outras propostas. Eles [os dirigentes do Chelsea] querem transferir-me para a China. Se devo partir, irei para o clube que quero e não para o que paga mais", observou Diego Costa, que alinhou no clube espanhol entre 2010 e 2014.y

O ponta de lança deixou ainda algumas críticas ao treinador Antonio Conte: " As suas ideias são muito fixas e claras. Vi o tipo de pessoa que é. Tem a sua própria opinião e não a mudará. Respeito-o como treinador, fez um bom trabalho, mas como pessoa, não. Não é um treinador próximo dos jogadores, é distante e não tem carisma."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG